Pesquisar este blog

Traduzindo

domingo, 14 de junho de 2015

Mudanças no Velho Sistema de Crenças - Por que não começar?


Mudanças no Velho Sistema de Crenças - Por que não começar?


Por Angela Cunha



Por que não começar a inserir pequenas mudanças no que sempre pensamos ser imutável? Quando digo para as pessoas que o horário de trabalho de um trabalhador é absurdo (inserindo o tempo passado no deslocamento ao trabalho) e que as empresas deveriam rever isso, as pessoas me olham e dizem: 

1 - Ah, mas sempre foi assim, né?
2 - E você acha que o patrão vai ganhar dinheiro como? Nos dando folga? (sorriso)
3 - É, mas o dever em primeiro lugar. Diversão pode esperar.
Etc...

Essas e outras frases com valor parecido me mostram que:

1 - Pessoal mantem as crenças no seu sistema, mesmo que sejam prejudiciais para muitos.
2 - Quase ninguém se dá ao menos o direito de PENSAR como poderia ser se fosse diferente, porque SEMPRE FOI ASSIM.
3 - As pessoas acreditam que precisam "ralar" e "correr atrás" para ter pouco ou nenhum retorno.
Etc...

É bem claro que só querer não é poder. Mas podemos modificar o que já podemos. Eu decidi que está ok para mim trabalhar apenas 3 dias por semana. Me deixa tempo disponível, até para não fazer nada do que dizem "útil". Eu posso e faço. Escolhi assim. Com isso abro mão de mais trabalho e mais dinheiro, mas o ganho é incomparável. Mas aprendi (emos) que temos que nos esforçar ao máximo para ganhar dinheiro e que a pessoa que não está em atividade perpétua, correndo pra lá e pra cá não está produzindo.

E daí? Quem se importa? Será que essa pessoa que abriu mão dessa crença não se sente mais livre e tem mais tempo para apenas viver? De onde veio a crença que a pessoa tem que acordar cedo, sair correndo e entrar num transporte lotado, ouvir música no engarrafamento, trabalhar o dia inteiro por 5/6 dias por semana. E no domingo estar exauro até para sair da frente da TV?

E a vida? E o prazer? Ah sim, nas férias. Durante 30 dias por ano posso simplesmente não fazer nada. A vida vale a pena assim? Os anos passam cada vez mais rápido.

Onde quero chegar?

Algumas pessoas podem rever esse horário. Aquelas que não tem patrão. Que podem se organizar para um dia ou dois de folga num dia "útil". Por que não?
Vai ganhar em qualidade de vida.

E quem é chefe, por que não pensar em organizar isso em sua empresa/loja? Um rodízio bem planejado vai deixar seus colaboradores felizes e mais produtivos. E certamente a empresa vai ganhar um diferencial.

As escolas podem rever também esse conceito, dando ao aluno e ao professor um dia livre para pesquisas, cursos, natureza, reflexão. Seja o que for. Nada se perderá com isso, Ao contrário, haverá ganho real.

Não não será uma lei a cumprir, Mas algo que cada um vai fazendo aos poucos e observando os resultados. Deixar a qualidade de vida e de tempo seja cada vez mais presente. Menos obrigação e caos e mais alegria e respeito às pessoas. Ao seu lazer, ao seu potencial criativo.

O prazer pode estar presente nos outros dias da semana.
Que tal tentar essa revolução?


Angela Cunha é terapeuta, atende apenas 3 dias por semana em Jacarepaguá - RJ e nos outros faz o que bem entende, inclusive nada, escreve no blog TERAPIAS INTEGRADAS, na página Espaço Terapias Integradas no Facebook aproveitando esse tempo e está organizando um livro com textos seus já publicados aqui e ali.



******************************************************
Esse texto foi inspirado nesse texto a seguir:

"Seus sistemas de crença antigos são tão limitantes!
Quando vocês acreditam que as coisas são tão pretas ou tão brancas, vocês perdem as inúmeras possibilidades intermediárias.
Por exemplo, vocês consideram trabalhar durante a semana e aproveitar a vida no fim de semana.
Por que é que vocês aceitariam um modelo assim?
Por que aceitariam apenas ter o potencial para o prazer dois dias de toda uma semana?

Por que não pararem e assumirem uma perspectiva de observação do que vocês têm aceitado para vocês?
Muitos sistemas de crença estão tão profundamente enraizados que eles correm nos bastidores, parecido com um vírus no seu computador que não foi descoberto, afetando a facilidade e a alegria de sua experiência.
Por que vocês se limitam?
Como vocês aceitam muito menos do que é o seu verdadeiro potencial?
Por que vocês fazem o papel de pequenos?
Quais oportunidades estão perdendo devido a crenças que vocês adotaram e que provavelmente, em primeiro lugar, nem suas eram?

Prosperem, Queridos!
Desfrutem!
Vivam!
Criem novos paradigmas, novas crenças.
Saibam que se vocês tentarem alguma coisa e ela não parecer certa para vocês, vocês podem tentar outra coisa.
Peguem as rédeas e guiem sua expressão de vida de um modo que os delicia!
Vocês estão no reino da experiência por uma razão."

Arcanjo Gabriel

Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
http://trinityesoterics.com/
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...