Pesquisar este blog

Traduzindo

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Só Pra Lembrar

Lembrete 

Sempre esquecemos, mas ninguém está realmente 

apto a julgar ninguém. Não temos o panorama 

completo de nenhuma questão, apenas parte dele.


Muitas coisas que nos horrorizam hoje, já fez parte de 

nosso cotidiano, em muitas existências. Muitas vezes 

nós mesmos puxamos a espada, prejudicamos 

pessoas, 
roubamos, enganamos, partimos corações, 

abandonamos, excluímos pessoas por preconceito de 

todos os tipos. Possivelmente até mesmo na 

existência 
atual.

Temos a oportunidade da experiência e despertamos 

para algumas coisas. Outros ainda estão nos primeiros 

degraus dessa escada, onde já estivemos. Apenas 

subimos alguns degraus e olhamos outros bem mais 

adiantados na jornada.

Estamos aqui pois o Amor Mais Puro nos deu a chance. 

E Ele a deu a todos. Honremos isso da melhor forma 

possível.

Angela Cunha

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Relato de Sessão - Terapia Multidimensional


Relato de Sessão - Terapia Multidimensional
Por Angela Cunha

Durante essa semana, num atendimento em Terapia Multidimensional, tive uma experiência bem diferente. Minha cliente se deitou na maca e era a primeira vez que eu usava com ela essa técnica.

Inicialmente, eu a vi sendo trabalhada com luzes de cores diferentes. E logo depois a vi num jardim. A imagem dela mudava constantemente.  Ela era a imagem atual, adulta,  era uma adolescente, era a criança. As imagens dela mudavam enquanto ela caminhava no jardim.

Então, como se uma telinha lateral se abrisse, a mãe dela apareceu. E ela a cobriu de mimos. Ela estava feliz por poder proporcionar à mãe coisas que imaginava que a faria feliz. Eu as vi viajando felizes, fazendo compras, ela enchendo a mãe de presentes, e as risadas ecoavam de felicidade. 

Uma outra telinha lateral se abriu e o pai apareceu. Ela abraçou o pai e o levou para várias atividades também. Comprou presentes variados, o levou para almoçar, para viajar, para passear, sempre apreciando muito sua companhia e feliz por poder fazer isso por ele.

Enquanto essa atividade acontecia, ela continuava mudando sua aparência. De adulta para adolescente, depois para criança. Todos os aspectos dela presentes ali participavam desse momento.

Ela não tem atualmente um relacionamento com o pai, depois que se decepcionou com ele durante a separação de seus pais. Ela, como filha mais velha, participou muito dos dramas pelos quais a mãe passou, enquanto casada, pois o pai era alcoólatra. No entanto, lembra-se dele na infância, passeando e cuidando dela, enquanto a mãe trabalhava. Esse afeto se quebrou mais tarde, na adolescência. No presente, não quer contato com ele. 

Num determinado momento, atrás de seu pai, como numa fila,  apareceram muitos outros homens e me deixaram saber que eram os homens que vieram antes, os ancestrais. Era uma longa fila. E atrás de sua mãe, apareceram muitas mulheres, as que vieram antes. Uma longa fila também. Todos pareciam felizes, agradecendo e reverenciando essa descendência. Reconhecendo a importância dessa moça honrar seu pai e sua mãe, apesar de tudo. Foi um momento de muita emoção presenciar essa cena. 

Então, ela como adulta hoje, com o corpo atual, se vira para todos e apresenta sua filha com orgulho. Ela tem uma filha de um aninho de idade. Foi um momento de total alegria e júbilo para os ancestrais. Palmas, risadas de alegria e aprovação. 

A continuação da vida. A gratidão presente por cada um que veio antes de nós, abrindo o caminho. A beleza de tudo isso. E uma enorme energia que pode nos fortalecer através das conquistas e alegrias de nossos queridos, que muitas vezes nem conhecemos, nem através de histórias familiares.

Entendi que essa era a necessidade dessa moça nesse momento. Receber e reconhecer sua ancestralidade. E se perceber como continuadora dessa história e a importância disso.

Eu sou grata por poder participar.


Angela Cunha é psicóloga e terapeuta vibracional. Atende na Taquara, no Rio de Janeiro, com essa e outras técnicas energéticas e vibracionais.
Contato: angela_psi2004@yahoo.com.br




O Poder da Intenção


Deixo aqui uma metáfora sobre a intenção.
O Ser humano é como um simples aplicativo e sua intenção em fazer ou mover qualquer coisa é a linguagem de comunicação que o Eu Superior entende. Imagine que você está a aplicar um passe energético em outro ser humano, ou mesmo em um animal ou planta. Esteja apenas fazendo uma prece para melhoria de sua saúde ou a de alguém, seja para a melhoria energética de um ambiente ou mesmo, esteja apenas fazendo um ancoramento de determinada energia.
Você, amado ser humano, não entende os mecanismos que levam a conclusão desses movimentos, mas eles ocorrem mesmo assim. A linguagem de programação que o Eu Superior entende é a intenção. Então, num passe, numa prece para cura, o Eu superior, a partir de sua intenção faz todos os movimentos necessários para que a cura, a harmonização ocorra. Ele reorganiza as partículas dos seus corpos, trás novas partículas para interagirem com as que já estavam presentes ali, faz com que algumas que estavam ali paradas sejam movimentadas e outras, removidas daquele meio, tudo isso com a simples informação que foi enviada através da intenção.
É ciência pura e sim, aplicada! É a mais alta ciência, é a mais sofisticada que há. Acham que não funcionaria por não haver equipamentos, por ser tão simples? Saibam, a simplicidade é o mais alto grau da sofisticação! Essa frase já é bastante conhecida. Apenas a intenção é suficiente para mover os mecanismos. Por que só a intenção? Porque toda a tecnologia, toda informação para que isso ocorra já está congnizada nas células, nas partículas de todos os seres.
Apenas há uma permissão para que tudo ocorra.
Meus amados, já se tem tudo que se precisa para todas as questões humanas! Mas como sempre, há a dúvida se isso realmente funciona! Uma vez que você sabe de tal coisa, agora dê a permissão para que isso vá para dentro de suas células. Cognize essa informação em suas partículas, e deixe que elas façam o trabalho delas, assim como você já cognizou a gravidade e sabe que ao soltar uma pedra ela cairá e tocará o solo, você só precisa ter a intenção e o resto do trabalho será automaticamente feito, a informação já está lá!
Não precisam entender de linguagem de programação para usarem um aplicativo em um smartphone, vocês apenas tem a intenção de usá-lo e todo o resto acontece. Neste caso, houve algum programador que “programou” todos os códigos para que o aplicativo funcionasse com um simples toque na tela. E se eu dissesse que você mesmo “programou” todas as partículas dos seus corpos para que com uma simples intenção todos os movimentos acontecessem?
Imaginem que entusiasmante seria se vocês tivessem um aplicativo, um assistente que você apenas perguntasse a ele: Querido aplicativo, qual é o melhor alimento para mim, hoje? E ele simplesmente te entregasse a resposta de forma acurada? Querido aplicativo, qual o melhor lugar para eu ir hoje? Que roupa melhor me vestirá? Qual a melhor decisão para esta questão? O que eu faço agora?… e toda infinidade de questões que possam surgir! Você sonha com isso, não?
Você já o tem. Apenas use, permita-se usar! É seu! Não tenha receio, você não pode quebra-lo de maneira alguma! Você sabe como usa-lo, você mesmo o fez!
Intenção e permissão estão sempre juntas! Tenha a intenção de acessar e use sua “senha” para desbloquear a tela de forma que você possa entrar e usar o que está lá dentro esperando para ser usado!
Gratidão, amados Mestres! Todas as energias necessárias para cada um neste instante, estejam realmente consigo!
Gratidão sempre por suas intenções positivas!
IUD-IL (Plêiades 2).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...