Pesquisar este blog

Traduzindo

sábado, 30 de janeiro de 2016

DISSOLVENDO AS HISTÓRIAS


DISSOLVENDO AS HISTÓRIAS 
CONSCIÊNCIA DE 5ª DIMENSÃO
Por L'Aura Pleiadian


Uma Gigantesca parte do que você possa descrever como sua forma de existência no Planeta Terra é composta de aspectos da consciência identificada com suas histórias. O “isso e aquilo” que aconteceu ou acontece. A maioria das histórias, que você disse a si mesmo, está ligada à dor que você sentiu ou experimentou, resultando na crença da história ter sido real.


Eu não estou desafiando o realismo da experiência da dor, a insensatez e loucura do apego que apareceu depois da sua Separação.

O que eu estou falando é "o que você tem dito"- sobre as experiências.
Essas são as "histórias" a que estou me referindo.

O isso e aquilo que "você" perdeu.
A você, que "tinha" isso ou aquilo.
O "você" que existe dentro da história e histórias, e o que tem dito a si mesmo.

Por alguns minutos, suspenda quaisquer pensamentos sobre o que você está lendo aqui.
Tome algumas respirações lentas e profundas.

Sinta o seu coração batendo dentro de você.
Sinta a Paz.

E se, agora, toda a sua identificação, tudo o que você experimenta como dor, seus desejos e necessidades, são apenas aquelas histórias. Como um exemplo, “a vida era melhor quando ..., então agora eu preciso ter isto ou aquilo”, assim a história pode viver e continuar.

E se agora sua vida e suas histórias são APENAS ISSO. Histórias que você disse a si mesmo como o resultado da sua resposta a uma situação ou evento, embora não estando presente em sua consciência no momento. 

Basta Estar Presente

E se tudo o que você construiu ao redor, sobre sua história, foi APENAS a sua resposta. E que, se você removesse as histórias, você de repente LIBERARIA muito espaço, dentro da sua Consciência.
Não reaja como parte da história, em vez disso, esteja Presente.

Dissolvendo as histórias, libera tanto espaço dentro da sua consciência que uma imediata sensação de liberdade é experimentada. Um desapego (Deixar Ir) de uma Identidade (o ego), que você construiu acima e em volta, os pensamentos das suas experiências.

A história, o ser, a identidade baseada em pensamentos, só serviram para manter a continuidade da história. Para manter a identidade das suas histórias (o ego) que o mantém acorrentado a circunstâncias onde são menos capacitados, - CONHEÇA a si mesmo, para ser o que VOCÊ É, o Ser eterno. Que não conhece histórias. Aquele que simplesmente É.

Você ainda tem uma personalidade única, esta não se vai, de COMO você É.

Estar livre das suas histórias capacita você a SER aquela Plenitude de Você. Ser livre de qualquer condicionamento passado subconsciente, atuando, respondendo e reagindo, com base nessas velhas histórias repetitivas e os temas que representaram a Sua consciência. Assim é como a vida é.

Libertação

É como se toda a sua antiga consciência desaparecesse e você COMEÇA novamente. Livre da experiência do ego e das maneiras de pensar, das impressões das histórias que você diz a si mesmo.

Livre de quaisquer ideias de como isso poderia ou deveria ser.
Livre de quaisquer pensamentos de que precisa que isso seja como isto ou aquilo, para ser feliz.

Isso ABRE as Portas da ALEGRIA ~ para SER a forma de você experimentar a VIDA como ela realmente é, no momento a momento, Ser quem você é eternamente. O Mestre dentro de você. A Plenitude dentro de você, que amadureceu o suficiente para reconhecer as histórias que serviram para mantê-lo pequeno.

AGORA você vai aceitar, ser VOCÊ em PLENO Poder de VOCÊ. O Você que não está limitado a condicionamentos passados ​​através das histórias que disse a si mesmo sobre você e sua vida. As histórias repetitivas, que você pode não reconhecer como existindo dentro de você, e todo o espaço que elas ocupam em sua mente subconsciente.

As histórias funcionam e prosperam em seus medos. 

Através dos medos está a tentativa de resguardar a história para que volte a acontecer.

QUALQUER identificação com a história é o que a mantém viva, dentro da sua mente subconsciente.

Comece a perceber suas histórias, especialmente as que você diz a si mesmo, sobre ser ferido, sobre tirarem vantagem de você, sobre como a vida é tão injusta. Sobre quando isso ou aquilo acontece.

Essas são as armadilhas das histórias do ego, que por sua identificação com elas APENAS e somente MANTÉM VOCÊ na DOR de tudo isso. O ser vítima indefesa de tudo. Na batalha interminável de tudo isso, você com você.

Escoar suas histórias é semelhante ao descascar sua pele e surgir das cinzas para a novidade do VOCÊ, aquele alegre você que já existe. Isso é você acordar para a liberdade do VOCÊ. Não mais subserviente a uma história, aos pensamentos do ego, que você tinha acreditado SER VOCÊ.

Você não é sua dor, você não é suas realizações, ou a falta delas.

Você NÃO é suas emoções,
Você não é os seus pensamentos.

Vá além do que está sendo atirado aqui e ali pelas experiências. EM VEZ disso desperte e observe, você é o observador de tudo. Aquele que vê o sonho, dormindo e acordado, o tempo todo. Aquele que não se perde na história, mas desperta, para a verdade de tudo isso.

Você é o observador.

Sua Presença observa em todos os momentos, se você percebe isso ou não.
Localize isso.

Solte todas as histórias.

Observe como você acreditou nas histórias.
 Observe como elas são apenas isso. 

Observe como você é a Presença que está sempre presente.

Mesmo se você esquece.
Você SEMPRE ESTÁ.

Na sua independência de retornar à sua integridade consciente está a liberdade, onde existem conscientemente como o seu Poder Eterno, o seu Amor, a sua Presença, Tudo que você É. 

Respire profundamente e receba.
A Luz que brilha em toda a escuridão.



A Luz, que Sempre É.


http://stelalecocq.blogspot.com/2016/01/dissolvendo-as-historias-consciencia-de.html
Fonte: http://iamthequeenoflight.com/2016/01/27/dissolving-the-stories5th-dimensional-consciousness/
Tradução (livre) Vilma Capuano

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O OUTRO LADO DA MOEDA


O OUTRO LADO DA MOEDA
Mensagem de Adamatis, das Plêiades 
Canalizado por Adriano Pereira
24/01/2015

À medida em que a Luz se eleva sobre a Terra, os Escuros se desesperam ao ver seu poder e influência se esvaírem ao vento. E assim, em atos desesperados, eles aumentam a pressão sobre os povos da Terra, trazendo a discórdia, a desunião e os conflitos sociais, com a intenção de aumentar o caos no mundo, para prender os povos pelo medo, reassumindo assim o seu poder de outrora sobre a humanidade.


Eles sabem do alto risco que essas ações representam, pois os Escuros estão usando as tragédias sociais como a corrupção, o racismo, o conflito religioso, que eles mesmos criaram, pela tentar usar e manipular o sentimento de revolta que existe dentro do coração do homem, para trazer o caos generalizado pelo mundo afora.

Os Escuros semearam o ódio, a divisão, o racismo, a corrupção e agora querem fazer com que a humanidade colha desses frutos. E, de certa forma, o que a humanidade enxerga quando olha ao redor parece ser essa colheita. Será?

Vamos olhar o outro lado da moeda.

Durante milênios essas táticas dos Escuros serviram ao propósito de conduzir a humanidade como gado, ora para um lado, ora para outro. De forma que sempre os Escuros mantiveram o poder maior sobre a humanidade.

Entretanto, hoje, vemos um aumento expansivo da Luz irradiada pela humanidade e essa Luz veio do aprendizado adquirido ao longo dos milênios. A medida em que os Escuros conduziam a humanidade como gado, dentro do coração de cada ser humano corriam lágrimas de desgosto, de tristeza, de ver que seu esforço de nada servia, que só os maus conseguiam riquezas, amor e glória.

Imaginem que dentro do coração de cada ser humano sobre a Terra, existem incontáveis histórias de dor e tristeza, de lutas e algumas alegrias e dentro desse grande livro da vida de cada um, há o registro do amadurecimento da alma de cada ser, de forma que o sofrimento que hoje advém de ser manipulado, controlado e conduzido como gado, faz parte de lições já apreendidas, que o homem de hoje sobre a Terra não quer mais experimentar.

Imaginem que dentre os bilhões de seres humanos encarnados, a maioria não aceita mais estas velhas estratégias dos Escuros. Para onde vamos?

É o início do despertar.
De não aceitar mais ser enganado.
De recuperar o controle de sua própria vida.
De ser o dono e senhor do seu destino.
De criar o novo, quando o velho não mais o satisfaz.

Esta é a grande mudança que ocorre hoje, neste mesmo minuto, sobre a Terra.

É o despertar do um novo homem, mais altivo, mais senhor de si mesmo, sabedor do que quer.
E do que não quer.

Este é você.
Agora.

Ao sentir-se sem rumo e desanimado face às incertezas de seu mundo exterior, apenas volte-se para si mesmo, para recuperar o seu poder. E, a partir deste local seguro, fortalecido pelas fortes energias que emanam de dentro de seu coração, começar a mudar o seu mundo, moldando-o às suas expectativas e sonhos.

Se olha para a TV e vê os repetitivos gritos histéricos dos telejornais “corrupção”, “mortes”, “assassinatos”, “guerras”, um verdadeiro show da morte e do medo, este novo ser, seguro de si mesmo pensa, “eu não quero isso para minha vida”, “eu não aceito isso para minha vida”, e desliga a TV, ou concentra-se nas coisas boas que o rodeiam, permitindo-se assim, afastar-se da negatividade que os Escuros que controlam a imprensa tentam jogar sobre suas cabeças dia e noite, e concentrar-se nas coisas belas do mundo.

Este novo ser tem a capacidade de entender agora o que Jesus disse “Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”. Esta frase, lida e sentida pelo novo homem, da Nova Era, também significa, “Deixo o mal para quem o criou, Eu fico com a Beleza e o Amor que Deus criou”.

Se os escuros irradiam a negatividade através dos Jornais, Rádios, Revistas e TV’s, liberte-se, deixe que a negatividade retorne de volta para eles.

Olhe para a beleza do pôr-do-sol, olhe para a leveza do nascer do Sol, olhe para a beleza da Lua, olhe para a beleza singela das plantas, olhe para o doce olhar de seu animal de estimação, olhe para o olhar sedento de Amor das crianças, olhe docemente para sua família, reinvente-se, ressuscite da negatividade do mundo para a amorosidade sem fim que existe ao seu redor, de graça, que sempre esteve ao seu lado, e que você ocupado com as distrações de seu mundo, não as via.

Deus é inexplicável, Seu Amor é sem fim. Há beleza em tudo ao seu redor. Abra seus olhos, e veja. Abra seus ouvidos, e ouça. Feche seus olhos e sinta as energias de Amor Incondicional que envolvem você 24 horas por dia.

Deus sempre proveu você de tudo o que precisava para encontrar suas próprias forças.

E agora, o homem, este novo homem, começa a despertar para seu próprio mundo, para seu próprio poder.

Este é o desafio da Nova Era.

Que o mal volte para o mal, pois ele não pode entrar na vida daqueles que escolheram conscientemente viver na Luz e no Amor Incondicional. Corpo Fechado, como dizem na Terra.

As mudanças de seu mundo continuam e, mesmo com tantas noticias de guerra, saibam que tudo corre exatamente como tem que ser, pois os Potentados, aqueles que detem o Poder sobre seu mundo, estão vendo seus castelos ruírem como cartas de baralho.

Mesmo os maiores castelos quando construídos sobre a areia da ilusão, ao menor tremor de terra, esfarelam-se misturando-se na areia do tempo. 

Tudo aquilo que for construído com Amor, com firme intenção no Bem, nem o mais forte tremor de terra pode abalar suas estruturas.

O novo homem, cansado das velhas batalhas, tem fundamentado sua vida nestes dias que correm, na firme intenção de ser e fazer o bem, resultando em uma vida pautada no Amor Incondicional, e isto é que tem criado o aumento das vibrações sobre a Terra. Um novo homem, um novo Ser, Divino, Claro, Brilhante e Imortal.

Esses são os tempos, e o homem, esse magnífico novo homem, está pronto e preparado para construir um novo mundo.

Confiem, que tudo caminha para a realização dos planos divinos.

A Luz reinará sobre a Terra.
Vocês são essa Luz!

Eu Sou Adamatis, das Plêiades.

http://stelalecocq.blogspot.com/2016/01/mensagem-de-adamatis-das-pleiades-o.html
Fonte - Mestres Ascensionados

QUANDO VOCÊ TERMINA O SEU CAMINHO ENERGÉTICO


QUANDO VOCÊ TERMINA O SEU CAMINHO ENERGÉTICO
Por Jennifer Hoffman
26 de Janeiro de 2016



Parte do texto:

Aqui estão as dez melhores maneiras que você pode saber que o seu caminho energético alcançou o seu limite, a energia em sua vida não mais lhe serve, e você está no fim de um caminho, preparado para embarcar em outro:

1 – Você não gosta mais de sua vida.

Ela parece limitada e insignificante e você sabe que algo mais gratificante está lá fora para você, mesmo que não saiba o que é ainda.

2 – Você não gosta do que está fazendo em sua vida, o que poderia incluir o seu emprego, a sua carreira, a sua situação financeira, seus relacionamentos, ou onde você vive.

3 – Coisas que costumavam deixá-lo feliz são agora coisas que não lhe dão nenhuma alegria. 

Você pode até não ser capaz de saber como é ser feliz.

4 – Você se sente desconectado das pessoas ao seu redor e pode nem mesmo gostar mais delas.

Elas podem o estar evitando um pouco (ou muito), ou quando você está com elas, a conversa parece forçada e você tem dificuldade em se comunicar com elas.

5 – Você se sente preso, incapaz de se mover em qualquer direção e está disposto a se mover em qualquer direção para fazer com que isto aconteça, ou está tão confuso que não consegue considerar fazer nada agora.

6 – Você se sente desmotivado e perdeu a sua criatividade e ambição. 

Ao fazer coisas simples, você se sente como se estivesse atravessando a lama grossa.

7 – Você se sente atordoado e confuso. 

Tem dificuldade em se concentrar e focar coisas menores e parece levar muito tempo para fazer qualquer coisa.

8 – Passa muito tempo sonhando em estar em outro lugar, que não seja em sua vida neste momento.

9 – Há uma forte tentação de sair, afastar-se, partir para lugares desconhecidos e deixar a sua atual vida para descobrir o que o deixará feliz.

10- Você tem o desejo de limpar o seu espaço de vida, liberar coisas que não mais quer, e quando dá os seus pertences, fica surpreso pelo quanto está disposto a deixar ir.




E o que há em seguida?

Como você se move além da falta de motivação e da infelicidade geral que o está oprimindo agora?

Embora isto possa parecer o seu pior pesadelo, este é realmente o seu momento mais poderoso, porque o seu medo da mudança pode ser pequeno em comparação a quanto você quer que a mudança ocorra e está disposto a permiti-la. E isto é quando ela pode acontecer.

Não importa o quanto seja poderoso e promissor o potencial de energia, até que percebamos que o caminho em que estamos não tem mais energia para nós e que estamos dispostos a considerar um novo, todo o potencial de energia permanece como puro potencial.

O próximo passo é considerarmos que medidas podemos tomar.

Ao que estivemos ligados que podemos agora liberar?
Que resultados podemos começar para criarmos a base agora?

Seus sonhos proporcionam as respostas à questão “O que eu quero?”, assim preste atenção aos desejos secretos que você acolhe, às coisas que se seguem as suas declarações de “Eu desejo...”

Podemos sair da infelicidade e da depressão para tomarmos medidas inspiradas, sabendo que quando estamos deprimidos e infelizes, chegamos ao término de um caminho energético.

Ao seguirmos o caminho de nossos sonhos e esperanças, um novo caminho começará a se revelar. E através de uma ação inspirada, nós expandimos o potencial da nova energia para a nova realidade de nossa vida.

Texto completo:
http://stelalecocq.blogspot.com/2016/01/quando-voce-termina-o-seu-caminho.html
http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

sábado, 23 de janeiro de 2016

COMO AJUDAR OS OUTROS A DESPERTAR ESPIRITUALMENTE


COMO AJUDAR OS OUTROS 
A DESPERTAR ESPIRITUALMENTE
Por Nanice Ellis

É verdade que o percentual de pessoas acordadas e despertas ainda é relativamente pequeno, mas não se deixe enganar pelas aparências. Todo mundo está em algum lugar no caminho do despertar.


Ser um dos primeiros a despertar é uma imensa honra, mas também traz desafios proporcionais e grande responsabilidade. Eu pessoalmente entendo o quão difícil é despertar em um mar de seres adormecidos. Isto pode, na verdade, ser solitário e assustador.

Quando comecei a despertar, tornei-me totalmente ciente de todas as pessoas em minha vida que estavam imersas em sonhos. Meu desejo primitivo era o de acordar cada um deles. Eu preguei, eu orei, eu interferi e eu mesma saí e comprei uma dúzia de cópias do livro “O Caminho Místico Para o Poder Cósmico” de Vernon Howard, porque era o livro que tinha causado o efeito mais profundo em mim. Eu acho que nenhuma pessoa sequer abriu o livro. Eu fiquei desanimada e confusa, por que ninguém quer acordar ?

Eu fui chamada de qualquer coisa parecida como louca, uma aberração da nova Era, mas por dentro, eu sabia a verdade. Finalmente eu me tornei sábia o suficiente para proteger a verdade das pessoas que não estavam prontas e também para encontrar grupos de pessoas que estavam despertas. Era a década de 1980 em Nova York e, embora não existiam toneladas de pessoas despertas, parecia que buscávamos um ao outro.

Aqui estamos nós, três décadas mais tarde à beira do despertar global. É um momento emocionante para estar vivo. Se você está acordado ou desperto, você ainda é um dos primeiros e, provavelmente, você tem muitas perguntas sem resposta. Através de meus artigos e meus livros, eu faço o meu melhor para responder a muitas destas perguntas, pois acredito que o meu propósito é fornecer instruções precisas sobre a viagem através da vida e especialmente através do despertar.

Recebo e-mails todos os dias de pessoas que despertaram, ou que estão começando a despertar. Uma das perguntas mais comuns que recebo é: “Como posso falar com as pessoas que ainda estão adormecidas?”

Eu descobri que a abordagem mais eficaz para ajudar as pessoas pré-despertando, é pacientemente esperar o momento certo. É verdade que você pode ter que esperar meses ou anos, mas aquele momento certo sempre vem. Muitas vezes, ele vem em meio à uma crise.

A Crise Incendeia o Despertar

Você pode notar que muitas pessoas adormecidas estão tendo algum tipo de crise agora. Você mesmo pode ter sido despertado por uma situação de crise. A perda de um parceiro, do trabalho, da saúde ou da segurança, é literalmente uma chamada do Universo para despertar. Claro, você não precisa de uma crise para despertar, você pode simplesmente despertar, mas se é o seu “tempo” de despertar e você está resistindo ao impulso e não quer ouvir o seu eu interior, cedo ou tarde algum tipo de crise vai surgir para fazer você prestar atenção e então despertar..

A maioria das pessoas passa a vida no piloto automático, mas quando uma crise chega de repente, elas não conseguem agir da forma costumeira, as estratégias que já usaram para seguir na vida não são mais eficazes. Durante a crise, as pessoas são convidadas a liberar o que já não é mais necessário e elas também são convidadas a ir para o seu interior e buscar novas respostas. O caminho pelo qual nós respondemos à crise revela as nossas crenças mais profundas e nos mostra exatamente onde estamos mais adormecidos em nossas vidas.

A crise também pode nos empurrar para examinarmos nossas crenças religiosas e espirituais, isso pode significar que devemos descartar uma religião, filosofia ou prática que já não nos serve mais ou que o caminho para o nosso despertar não suporta. À medida que liberamos o velho, abrimos espaço para o novo.

A Crise é Planejada Para Nos Derrubar e Suavemente Nos Oferecer Maiores Possibilidades.

Tenha em mente que o que pode não parecer uma crise para você, pode ser uma profunda crise para outra pessoa. A perda de um animal de estimação, ser despejado ou descobrir um segredo escuro de família, por exemplo, pode ser mais do que suficiente para invocar o caos emocional e a oportunidade de despertar em uma pessoa.

Se alguém que você conhece está passando por uma crise de algum tipo, pode ser o “momento certo” em que você pode ser de grande ajuda, mas antes de iniciar o seu auxilio, existem certas coisas que você precisa saber.

A combinação de sete anos intensos como conselheira de crise em Nova York, além de vinte anos como treinadora de vidas despertando, permite-me oferecer-lhe o guia a seguir:

Como Ajudar os Outros a Despertar Espiritualmente Durante Uma Crise na Vida

Peça Permissão:

Faça o que fizer, não despeje a sua bem-intencionada ajuda ou conselhos sobre alguém só porque ele parece precisar, sempre pergunte primeiro. Como posso ajudá-lo? Ou, eu posso ajudá-lo? Além disso, identifique que tipo de ajuda está sendo solicitada e respeite as fronteiras.

Sentir Pena Não é o Caminho:

Tenha cuidado para não sentir pena do seu amigo ou parente. Quando sentimos pena de alguém, estamos realmente julgando-o e/ou a sua situação e nós estamos vendo-o como incapaz. Você nunca pode estar a serviço de outro se você acredita que ele/ela é incapaz. Sentir pena de alguém também pode indicar que você acredita que é “melhor” do que esta pessoa que você está olhando. Você não pode ajudar o outro a partir de uma posição de superioridade.

Tente a Compaixão:

Quando experimentamos simpatia por outra pessoa, é apenas uma outra maneira de sentir pena dela. A empatia é um passo em frente, mas muitos empatas assumem a energia de quem eles sentem empatia, o que não é útil para ninguém. A compaixão por outro lado, é o amor incondicional, sem julgamento e sem assumir a energia do outro.

Crie um Espaço Seguro:

Às vezes, o máximo que você pode fornecer é um espaço seguro para a pessoa se expressar. Quando as pessoas se sentem bem acolhidas por você e têm a certeza que você não vai julgá-las de qualquer forma, elas se abrem e compartilham. Em seu espaço de não julgamento, elas têm a oportunidade de desafogar-se da vergonha, culpa e desespero. Quanto mais uma pessoa pode liberar as emoções armazenadas, mais fácil ele/ela pode despertar.

A fim de manter o espaço seguro, não prejudique, minimize ou contradiga, ao dar a sua opinião não tente convencer ninguém de nada. Talvez a partir de sua perspectiva de desperto, a perda de um ente querido pode significar apenas a energia do ser passando de um reino para outro, mas se você tentar dizer a uma pessoa de luto que ela/ele não deveria estar chateada porque seu amado é “apenas uma energia em transição”, você não vai chegar muito longe.

Um Ombro Para Chorar

Seu amigo ou parente pode apenas precisar de um ombro para chorar em segurança. Não subestime a importância de ser este ombro. A Crise é catártica e pode trazer todos os tipos de feridas antigas que estão prontas para serem liberadas.

Às vezes, ter um espaço seguro para chorar e se abrir permite que uma pessoa se aproxime de novas ideias e possibilidades. Dito isto, se seu amigo ou parente continuar a chorar sobre as mesmas coisas sem buscar uma cura, um profissional pode ser necessário para ajudar a ele/ela a corrigir o ciclo emocional.

Nenhum Conselho é um Bom Conselho:

Como treinadora e mentora dos despertando, eu raramente dou conselhos. A verdade é que as pessoas não precisam de conselhos, tanto quanto elas precisam de orientação para encontrar as suas próprias respostas. No estado de adormecidos buscamos normalmente as respostas fora de nós mesmos e seguimos as regras de moral, ética e conselhos da família, cultura, religião, sociedade e até mesmo tendências atuais.

Você não desperta por receber mais conselhos ou instruções dos outros, mesmo que seja um bom conselho bem-intencionado. Você desperta conforme você deixa ir as indicações externas e vai para o seu interior buscar as respostas para si mesmo.

Na maioria dos casos, oferecer conselhos a uma pessoa despertando é contraproducente, uma vez que ela ainda está parcialmente sonolenta. Em vez de dar conselhos, o melhor que você pode oferecer é fazer perguntas intuitivas que direcionam essa pessoa para o seu interior e você pode incentivar esta pessoa a confiar em si mesma e nas respostas que ela descobrir.

Busque as Perguntas Certas:

Até o despertar, a maioria das pessoas estão acostumadas a padrões de dependência de pensamentos, usam os mesmos velhos pensamentos para resolver todos os problemas. Isto, naturalmente reforça os padrões negativos em sua vida. Se você pode “fazer uma pergunta” que provoca uma nova perspectiva ou um ponto de vista mais elevado de consciência você ofereceu o maior presente possível.

Oferecer as perguntas certas é muito parecido com fornecer o mapa de um tesouro perdido e enterrado. As melhores perguntas a fazer são aquelas que inspiram novas maneiras de pensar. Perguntas abertas literalmente abrem espaço para o desconhecido ou a possibilidade oculta.

A melhor abordagem na pergunta é fazer o que eu chamo de “abordagem pela porta dos fundos.” A chave é fazer uma pergunta de tal forma que a mente busque a resposta sem as restrições habituais. Perguntas que começam com: “E se …?” São geralmente pedras preciosas disfarçadas.

E se você tivesse uma varinha mágica e pudesse manifestar qualquer coisa que você deseja, o que faria?

O que aconteceria se você deixasse seguir, e perdoasse a si mesmo ?
O que mudaria se você desse amor e bondade ?
E se o sucesso fosse garantido, o que você faria ?

Algumas das melhores perguntas são aquelas em que você pode endereçar e desarmar as objeções que têm restringido o seu amigo/relação de explorar novas possibilidades. Vamos dizer que ele/ela recentemente perdeu o emprego em um campo que “usa o hemisfério esquerdo do cérebro” que não era muito emocionante para ela e seu/sua objeção em encontrar um caminho novo e carreira interessante é o medo de não ganhar dinheiro suficiente. Sua pergunta pode ser:

Se você pudesse fazer qualquer coisa que você deseja e o dinheiro não fosse problema, o que você faria?

Depois de endereçar e desarmar as acusações, a mente está livre para imaginar possibilidades sem restrições ou limitações. O segredo é convidar a pessoa a explorar ideias fora da caixa auto construída (porque ninguém desperta na caixa). Eu já vi isso várias vezes, quando alguém começa a sonhar com uma vida nova e excitante, esse sonho tem o potencial de gerar tanta energia positiva que as objeções anteriores se tornam fracas.

Identificar As Crenças Limitantes:

A única coisa que nos mantém adormecidos são nossas crenças sobre indignidade, incapacidade e vitimização. Você não passa pelo proverbial portão do despertar carregando qualquer uma dessas falsas crenças. Muitas vezes, os desafios caóticos surgem em nossas vidas como prova direta de nossas crenças. Isso não significa que a crença é verdadeira, todas estas três crenças são inerentemente falsas, mas sim a manifestação da crença(s) é um indicador de que temos a crença.

Em outras palavras, nós acreditamos na crença. Se você não sabe que tem uma crença sobre indignidade, por exemplo, a crença oculta irá bloquear o seu despertar e você não terá nenhuma pista. O propósito de vida é demonstrar suas crenças para que você possa identificar estas crenças e, finalmente, se libertar, de modo que você possa de fato despertar. Desta forma, a crise e todos os desafios estão realmente conspirando para o seu despertar.

Diga: “Não” à Energia Negativa:

Nos meus primeiros dias no centro da crise, lembro-me de metaforicamente descer as escadas no final de uma intensa mudança. Eu estava plenamente consciente de que se eu estava fazendo este importante trabalho, eu não poderia captar a energia de qualquer um, por qualquer motivo, a qualquer momento.

Naquele momento eu assumi este compromisso comigo mesma. Em meu artigo intitulado “Cansado de Ser Uma Esponja de Negatividade? – 12 Maneiras de Prevenir a Infiltração de Energia e Recuperar Sua Energia”, eu compartilho 12 maneiras de ficar energeticamente limpo e claro.

Não Julgue as Pessoas Sonolentas (mesmo que elas estejam julgando você):

Cada pessoa acordada sentiu o julgamento das pessoas menos despertas. A reação instintiva ao ser julgado é o retorno do julgamento, mas isto só resulta em você agir e reagir da mesma forma dos que estão adormecidos. Quando as pessoas estão adormecidas elas inconscientemente julgam “as pessoas despertas” porque elas simplesmente não entendem a partir do seu estado de adormecidas, é mais fácil julgar o que nós não entendemos do que aceitar.

Lembre-se, o julgamento é o resultado do medo e aqueles que estão despertando através da crise muitas vezes têm uma grande dose de medo incompreendido. Mais uma vez, invoque a compaixão e permita que uma pessoa esteja exatamente onde ela deve estar, lembre-se, não é sobre você, então não entenda como algo pessoal.







Despertando e Deixando de Ser Esnobe

Quando você está desperto é fácil identificar outras pessoas acordadas, bem como aqueles que ainda estão adormecidos, mas estar desperto não o torna melhor do que ninguém. Quando temos a tendência de julgar aqueles que ainda estão adormecidos o nosso esnobismo sai pela culatra e nós ficamos longe do despertar. Afinal, você é tão desperto conforme os pensamentos que você mantêm a cada momento.

Incentive o Deixar ir:

Durante anos eu estudei os seres auto proclamados despertos e a única coisa que precedeu cada caso de despertar espiritual foi deixar ir. Em alguns casos, liberar foi um ato voluntário prescrito pela prática espiritual, mas em muitos casos, uma crise de uma natureza ou de outra promoveu a rendição, que é exatamente o plano divino inerentemente escondido dentro da crise.

O estresse e a pressão causada por uma situação de crise se destina a nos convencer a deixar ir e que muitas vezes é o único caminho para o alívio. No processo de desapego nós liberamos tudo o que nos manteve dormindo, como uma rolha naturalmente subindo à superfície começamos a despertar.

Não Pense Que Todo Mundo é Igual a Você:

Mover-se através de uma crise (se ela resulta em despertar ou não) é uma viagem completamente diferente para cada um de nós, por isso tome cuidado para não impor a sua experiência a outra pessoa.

Encontre Uma Ponte de Comunicação:

Eu descobri que encontrar um pequeno vídeo que fala com uma pessoa em sua “língua” é de extrema ajuda. Meu filho Travis, estava à beira do despertar, tanto que ele queria a minha ajuda, mas estávamos falando idiomas completamente diferentes. Não importava de que forma eu tentasse, eu simplesmente não conseguia me comunicar de uma maneira que fizesse sentido para ele.

Então, um dia, alguém me enviou uma série de vídeos sobre a criação de nossa realidade.

Honestamente eu pensei que era terrível, mas ocorreu-me de que o homem no vídeo poderia estar falando a “linguagem” do Travis e eu estava certa. Travis foi atraído para ele como uma mariposa a uma luz. Então, agora eu poderia falar com ele de uma forma um pouco mais avançada.

Descobri o professor metafísico Charles Haanel e pensei, Hmm… Eu aposto que o Travis adoraria o Charles e novamente eu estava correta. Ouvimos juntos e tivemos conversas profundas e poderosas que apoiaram o seu despertar.

Eu decidi compartilhar Abraham Hicks com ele, mas ele não entendeu totalmente, então nós voltamos para o Charles. Eu compartilhei Neville Goddard e Florence Scovel Shinn, mas não resolveu, até que ele ouviu Alan Watts pela primeira vez, quando ele realmente disse: “Mãe, agora eu finalmente entendi tudo que você estava me ensinando todos estes anos. Obrigado por não desistir de mim.”

O Poder do Silêncio:

Se tudo isso parece esmagador, então deixe ir. Não é sua obrigação ser treinador ou conselheiro, mesmo daqueles que você ama. Você pode fazer uma diferença profunda sem dizer uma palavra. Não vamos esquecer o poder do silêncio. Tudo que você precisa fazer é permanecer na integridade do seu verdadeiro EU, isto significa que a partir do estado de vigília você pode oferecer amor e compaixão, sem tentar corrigir ou curar alguém.

A energia poderosa e limpa de uma pessoa acordada pode transmutar a dor emocional e ao mesmo tempo transmitir uma mensagem de despertar para todos aqueles que estão próximos.

Se alguém não está pronto, ele não vai receber o seu presente de energia e isso é bom, mas se alguém está pronto e disposto a se curar e despertar, sua presença amorosa e aberta pode fornecer exatamente o remédio certo.

O presente mais precioso que você pode dar aos outros é vê-los além de suas máscaras, vê-los totalmente despertos, em sua expressão mais alta e mais gloriosa de amor e harmonia.

Você é amor, você é luz e está tudo bem.

No amor, graça e gratidão,

©Nanice Ellis


http://stelalecocq.blogspot.com/2016/01/como-ajudar-os-outros-despertar.html
Origem : wakeup-world
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

A História de Gaia


A HISTÓRIA DE GAIA

Por Suzanne Lie PhD
Em 13 de janeiro de 2016


Meus Queridos Parceiros de Ascensão,
Primeiro permitam-me responder uma pergunta que tem sido feita por 
muitos dos meus despertos. Essa pergunta é: “Como eu posso melhor 
servir ao processo de ascensão planetária?” Minha resposta é – 
pacientemente.

Eu sei que paciência não é uma característica comum neste mundo 
moderno de hoje. A pressa e competição da vida diária, correr, 
“chegar lá primeiro” e “fazer agora” ofuscam meu ideal planetário 
de calma paciência. A paciência é tão vital porque o corre-corre de 
trabalhar arduamente para progredir abaixa sua ressonância à 
consciência de sobrevivência.

Tal como a pressa é uma característica humana, a paciência é uma 
característica planetária. Vocês acham que eu poderia ter criado 
oceanos poderosos, vastos prados, cordilheiras altas e florestas imensas 
sem paciência? A humanidade pensa em termos de dias e anos, enquanto 
que eu penso em termos de séculos e milênios.

Entretanto, nós estamos retornando para uma frequência de realidade 
em que o tempo somente é medido em termos de AGORA. Nós estamos 
no Jogo Final do experimento de vida numa dimensão/frequência em 
que as polaridades criam inúmeras limitações e separação do Espírito.

Lembro-me claramente quando nós, a consciência coletiva de todos os 
seres maravilhosos do meu planeta, decidimos pelo experimento de 
criar esse holograma para que pudéssemos experimentar ter forma 
nas dimensões inferiores. Nosso planeta era para ser tetradimensional 
que tem polaridades, mas o tempo, o espaço e a forma são mutáveis.

Devido à elasticidade da forma, aqueles que se voluntariam a ser 
seres unidimensionais, tais como rochas, leito de rios 
e cavernas profundas, 
poderiam facilmente transmutar sua frequência para assumir a forma 
bidimensional dos animais inferiores, árvores e flores. Além disso, os 
animais poderiam se tornar pessoas e pessoas poderiam se tornar 
animais.

Quando a Terra estava na quarta dimensão, todos nós vivíamos em 
comunicação constante com o nosso EU Criador, os Elohim, que 
mantinham nossa forma, e os Anjos, que nos mantinham em conexão 
infinita com a Fonte. Nossa alteração para a extrema polaridade da 
terceira dimensão começou durante o período de Atlântida.

No início, a Atlântida era tão pura e inocente quanto a Lemúria, sua 
precursora e a contrapartida no Oceano Pacífico. A Atlântida estava 
no que agora é o Oceano Atlântico e resumia como principal a energia 
masculina. Por outro lado, a Lemúria estava no que agora é o Oceano 
Pacífico e resumia como principal a energia feminina.

Com o poder de iniciativa da energia masculina, os humanos de 
Atlântida começaram a fazer experiências de criar novas formas 
para entender os poderes dos Elohim e fazer novas conexões com 
a Fonte. Porque a realidade Atlante era tetradimensional, esses 
experimentos eram fáceis devido à natureza transmutável dessa 
dimensão.

Infelizmente, na busca por expansão pessoal, os cientistas Atlantes 
gradualmente tornaram-se arrogantes e se puseram acima das leis 
da Natureza, o que baixou a frequência deles o suficiente para 
separá-los das comunicações constantes com os EUs deles, os 
Elohim, os Anjos e a Fonte.

Sem a conexão espiritual, eles também ficaram separados da 
consciência coletiva e planetária. Nesse ponto, os Atlantes 
começaram a desejar maior individualidade e mais controle sobre 
os outros e sobre sua realidade externa.

Antes disso, toda criatura, estivesse na forma de uma pedra, vegetal, 
animal ou pessoa, estava conectada à Fonte e a mim, Gaia, a mãe de 
toda experiência terrena. Junto com o Pai Céu, Eu, a Mãe Terra, 
unimos toda realidade numa rede holográfica projetando vida como 
forma em um planeta tetradimensional.

Todos nós, até aqueles que escolheram assumir a forma 
de rochas, água ou insetos, sabíamos que éramos UMA 
consciência ligada na mesma experiência holográfica. 
Todos nós juntamos nossa consciência 
para criar uma realidade comum em que tomamos formas.

Todos nós sabíamos que essas formas eram meros trajes que usávamos 
no palco da vida. Então, como certos trabalhadores podem fazer 
“trocas comerciais” com seu cotrabalhadores, nós não víamos nada 
incomum em alterar para outras formas ou negociar forma com outros.

Para manter nossa matriz estável, as únicas coisas a permanecer 
estáticas eram as formas da Mãe Terra (forma planetária) e o Pai 
Céu (contentor/pano de fundo holográfico para a forma da Terra).

Para a nossa surpresa conjunta, os atores que se juntaram ao nosso 
palco planetário tornaram-se muito apegados aos seus papéis. Eles 
não queriam mais compartilhar sua forma com outros ou alterar 
seus papéis no nosso “palco da vida”. Por consequência, nossa 
adorada imagem holográfica fluida tornou-se mais estática.

Além disso, conforme os atores ficavam apegados demais aos seus 
papéis, eles ficavam mais afastados do seu EU Criador no interior 
deles. Eventualmente, esse afastamento do Espírito tornou-me 
cada vez mais prevalecente. Por causa disso, a frequência do meu 
planeta começou a baixar e muitas capacidades tetradimensionais 
foram perdidas.

Enquanto na quarta dimensão toda vida estava conectada através 
da consciência, e todos nós estávamos cientes de que projetávamos 
uma imagem holográfica de nossa realidade conjunta. Pela nossa 
conexão, nós sabíamos que o que fosse que fizéssemos ao outro, 
nós simultaneamente fazíamos a nós mesmos. Por conseguinte, 
qualquer ação que provocava dor física ou psíquica logo era 
descartada.

Então os Atlantes, que se viam como cientistas, passaram a acreditar 
somente naquilo que eles pudessem criar dentro das ilusões da matriz 
holográfica. Por conseguinte, a verdade da realidade mais alta deles 
ficou perdida e também as conexões deles com as criaturas 
multidimensionais do meu planeta.

Por causa do afastamento deles, eles podiam fazer experimentos 
com a forma de outros sem qualquer reflexão ou consciência. Eles 
tentaram recuperar sua capacidade perdida de alterar a forma, mas, 
ao invés de elevar sua consciência para uma frequência em que isso 
seria natural, eles começaram com operações de mutação genética e 
operações dolorosas.

Os experimentos deles criaram grande dor e sofrimento para seus 
“sujeitos” e o conceito de crueldade criou raízes no meu planeta. 
Com a invenção da crueldade, veio o medo. Esse medo começou a 
baixar nossa frequência até o ponto onde muitos estavam começando 
a esquecer de que nosso planeta na realidade era uma projeção 
holográfica, e nós – toda vida – estávamos unidos em UMA 
consciência na quinta dimensão e acima. Nessa época, nós estávamos 
no Kali Yuga da Era Atlante.

O Kali Yuga é um ciclo de aproximadamente dois mil anos que está 
muito mais longe da última excursão pelos campos de energia das 
frequências mais altas já conhecidas como o Cinturão de Fótons. 
Nós estamos no Cinturão de Fótons por dois mil anos, que é uma 
Era Dourada maravilhosa cheia de luz de alta frequência. Então, 
assim que deixamos o Cinturão de Fótons, nós passamos por ciclos 
ou Eras de 52 mil anos, em que há menos e menos luz de alta 
frequência.

Durante o Kali Yuga, a última Era, estivemos fora do Cinturão de 
Fótons por dez mil anos. Felizmente, o Kali Yuga é seguido pela 
reentrada no Cinturão de Fótons e outra Era Dourada por dois mil 
anos.

Na ilusão conjunta da rotação do tempo/espaço em torno da galáxia 
holográfica, o Cinturão de Fótons acontece a cada dez mil anos na Era 
de Leão e na Era de Aquário, em que estamos entrando agora. A vasta 
concentração de fótons pentadimensionais e acima no Cinturão de 
Fótons facilita o despertar dos jogadores do holograma.

Aqueles que já despertaram para o fato de que estão unidos numa 
realidade holográfica conjunta de vida na forma, e também aqueles 
que são despertados pela proximidade do Cinturão de Fótons, são 
presenteados com uma oportunidade de sair da realidade virtual e 
retornar ao seu EU Criador Multidimensional na quinta dimensão 
e acima.

“Sair” do holograma é muito diferente de morrer. Quando vocês 
“morrem”, vocês ainda não despertaram para seu EU 
Multidimensional ou para o fato de que VOCÊS são e sempre 
foram o projetor da realidade que vocês têm experimentado 
como um ser físico no meu planeta.

Por outro lado, quando vocês saem, vocês despertaram para se 
lembrar do seu EU. Por conseguinte, vocês podem 
conscientemente escolher retornar ao seu verdadeiro EU 
Criador. Em outras palavras, vocês ascendem para a quinta 
dimensão e acima para se fundir com o seu EU Criador Multidimensional.

A entrada no Cinturão de Fótons sempre serviu como um reinício 
da projeção holográfica da forma nas dimensões inferiores. 
A base da Mãe Terra e Pai Céu permanecia, mas começava um 
novo jogo e novas Almas podiam fazer a experiência com a vida 
em forma. Com o ciclo terminando com Atlântida, o reinício 
não veio tão cedo.

Devido à grande quantidade de medo que invadiu a consciência 
coletiva e planetária, a frequência da Terra caiu da quarta dimensão 
superior para o Plano Astral Inferior (a frequência mais baixa da 
quarta dimensão) e até para a terceira dimensão.

Visto que a nossa realidade era para ser tetradimensional, 
a terceira dimensão era tão baixa que a própria matriz holográfica 
estava começando a degradar. O resultado final dessa degradação 
seria o colapso total de nossa matriz e o fechamento total da 
projeção holográfica.

Eu enviei um chamado por assistência das dimensões superiores 
e seres de luz maravilhosos se voluntariaram a entrar na nossa
 realidade holográfica para reparar a matriz com a luz superior 
deles. Eles tiveram sucesso no que tange à minha matriz Terra 
ter permanecido, mas a terceira dimensão se tornou minha 
ressonância permanente.

Apesar de que muitos jogadores terem escolhido sair do holograma 
durante a última excursão pelo Cinturão de Fótons, muitos Atlantes 
quiseram permanecer no holograma. Eles estavam cientes de que a 
consciência deles ficara tão distorcida que eles praticamente quebraram 
sua “placa mãe da Terra”.

Eles quiseram retornar a Gaia e consertar o dano que eles fizeram. 
Felizmente, os Seres de Luz voluntários que responderam ao nosso 
SOS planetário concordaram continuar assistindo nossa matriz pelo 
ciclo seguinte de dez mil anos antes de nossa reentrada no 
Cinturão de Fótons.

Atualmente estamos nos anos finais dos dois mil anos do Kali Yuga. 
Tal como com os tempos Atlantes, estivemos o mais distante de 
nossos dois mil anos de luz no Cinturão de Fótons. Por conseguinte, 
experimentamos um período de grande medo e escuridão.

Entretanto, assim que transmutamos esse medo e escuridão em amor 
e luz nós temos maior capacidade de lembrar nosso EU e ascender 
de volta à realidade pentadimensional do nosso EU Criador. 
Com essa entrada na Luz Superior, eu, Gaia, irei me unir a vocês, 
e a sua ascensão pessoal também será uma ascensão planetária.

Além disso, nosso segmento de espaço/tempo 3D deseja ascender 
de volta para a quarta e/ou quinta dimensão e acima. 
Por conseguinte, todos os jogadores de nossa matriz holográfica 
retornarão à quinta dimensão tal como a forma da Mãe Terra 
(forma planetária) e o Pai Céu (o contentor/pano de fundo holográfico 
para a forma da Terra).

Por causa disso, grandes seres de dimensões mais altas se 
voluntariaram a baixar sua frequência o suficiente para entrar 
em uma forma tridimensional para curar minha matriz planetária 
e participar da glória de nossa grande ascensão.

Devido à introdução do medo, a frequência de nossa matriz 
holográfica lentamente caiu da quinta dimensão para a quarta 
dimensão e então entrou na escuridão do Plano Astral Inferior 
da quarta dimensão, e então na terceira dimensão na 
“Queda de Atlântida”.

Agora, está retornando à Unidade e ao AGORA sem tempo 
da quinta dimensão de onde nós viemos. Eu sei que alguns 
dos meus humanos podem não estar preparados para liberar 
seus apegos tridimensionais, mas preparativos têm sido feitos 
para eles também.

Nossas formas agora são tridimensionais e nossas auras, pessoal 
e planetária, são tetradimensionais. É na quarta dimensão que 
vocês descansam entre suas entradas em ainda outra vida 
holográfica.

Muitos de vocês que estão encarnados nesta época praticaram 
sua contribuição em vida após vida para esta grande ascensão. 
Entre essas vidas, vocês descansavam na quarta dimensão. 
Alguns de vocês até foram capazes de ascender e voltar a se unir 
ao seu EU na quinta dimensão e acima.

Muitos daqueles de vocês que ascenderam retornaram nesta 
época para assistir com nossa ascensão planetária. Na verdade, 
vocês muito bem podem estar entre os jogadores originais e/ou 
aqueles que se voluntariaram a salvar nossa matriz na queda 
de Atlântida.

Por causa de seu serviço planetário passado vocês desejaram 
retornar para participar desse momento maravilhoso da conclusão 
de um grande experimento. Além disso, muitos membros de outros 
planetas, galáxias e dimensões têm sido de grande assistência a 
partir da quarta e da quinta dimensão.

Em alguma época, a maioria de vocês adormeceu para seu verdadeiro 
Eu e ficou presa nas ilusões da realidade tridimensional. Vocês então 
estavam limitados a reencarnar/entrar no holograma da Terra física 
de novo e de novo.

Felizmente, eventualmente vocês despertaram e estão despertando 
para a verdade de que VOCÊS realmente estão projetando seu 
padrão de energia holográfico a partir da quinta dimensão e acima. 
Eu desejo lhes dizer que eu, Gaia, lembro e CONHEÇO 
espiritualmente cada ser que tem encarnado em alguma forma, 
seja rocha, inseto, planta, animal, humano, fada, Elemental, 
Elohim ou Anjo.

Eu sinto o grande amor e dedicação de cada um dos meus humanos 
que retornou para ser meu parceiro na ascensão planetária. Eu 
também sinto aqueles que têm medo de mudança, qualquer 
mudança, porque ainda estão muito cheios de medo de se 
aventurar fora de sua zona de conforto.

Para aqueles que ainda estão adormecidos para o EU deles, eu 
ofereço a mesma paciência que tive enquanto eu criava 
montanhas e oceanos. O tempo é uma ilusão, pois nossa realidade 
holográfica é projetada a partir do AGORA do UM.

Portanto, aquilo que tem sido projetado para o holograma 
tetradimensional pode permanecer ativado para aqueles que 
precisam de mais “tempo” para despertar e lembrar que TODOS 
NÓS somos UM!

Obrigada por se unirem a mim em nosso grande experimento. 
Tal como juntos nós criamos a projeção de nossa Terra 
holográfica, juntos nós abraçaremos nosso EU Criador que é o 
nosso projetor da vida na Terra tridimensional.

Foi o surgimento do medo que baixou nossa matriz do estado de 
jogo e criatividade da quarta dimensão e para as polaridades 
extremas de luz/escuridão, amor/medo, masculino/feminino da 
terceira dimensão.

Quando encontrarmos o caminho central entre essas polaridades, 
nós viajaremos de volta pela quarta dimensão para retornar à Unidade 
do UM na quinta dimensão e acima.

Sua Parceira, Gaia.




Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...