Pesquisar este blog

Traduzindo

sábado, 26 de maio de 2012

SENTADOS NO BANCO DE JARDIM DA EVOLUÇÃO



A cada dia, à medida que vocês acolhem e entendem mais a sua energia, nós também nos alinhamos com partes de nós mesmos que ainda não tínhamos acolhido. Pois estamos a apenas poucos degraus acima na escada de luz, que está além do que podem ver no reflexo do espelho de seus banheiros.

Nós também estamos nos esforçando para progredir. Assim como vocês, nós nos esforçamos para abraçar todos os aspectos de nós mesmos, os quais nós ainda não evoluímos a ponto de entender totalmente.

Estamos sentados ao lado de vocês no banco da evolução – cada um falando uma língua diferente, cada um representando uma oitava diferente de luz – mas sabendo, interiormente, que estamos caminhando como um só ser.

É esta unidade que desejamos apresentar a vocês. É esta unidade, que muitas vezes vocês desprezam e afastam. Ela é a face de Deus, que vocês pensam que é muito feia, muito grande, muito velha, muito pequena, muito gorda, muito magra, muito alguma coisa ou pouco outra.

Entendam isto, queridos – as partes de vocês que VOCÊS NEGAM, REJEITAM, censuram, desvalorizam e subestimam – são 100% Deus. Todas as partes de seus seres que os compõem neste momento são partes de um criador que vocês rejeitam.

Falamos de Deus como uma unidade de vida todo-abrangente, uma unidade de luz todo-abrangente, e uma unidade de amor todo-abrangente.

Você não pode acolher um aspecto da sua Deidade e desprezar os outros 143. Você não pode fugir do seu núcleo interior quando vira as costas, sua linda cabeça e seu coração justamente para a Divindade que precisa ser abraçada.

Você nega a sua Divindade quando nega a sua beleza, quando nega seus talentos, quando nega suas capacidades.
Você nega o Criador quando rejeita a si mesmo.
Você nega o Criador quando rejeita a oportunidade de um milagre em sua vida, a oportunidade de um amor verdadeiro que bate à sua porta.
Você nega ao Criador a oportunidade de ajudar outra pessoa através de você.
Você não nega sua Divindade apenas 3 vezes ao cantar do galo, mas nega-a centenas de vezes por dia, recusando cumprimentos, recusando amizades, recusando as dádivas dos outros.

Observe quantas coisas você afasta de si todos os dias, e repare quantas vezes você afasta o que é bom. Sempre que rejeita algo, você despreza e afasta o aspecto mais Sagrado do Universo. Diariamente você decreta e declara verbalmente que é um com o criador, pedindo mais sabedoria e verdades espirituais.

Você busca esses entendimentos e, no entanto, minuto após minuto, respiração após respiração, você nega o universo, a Fonte que vive dentro de você e em cada uma das suas experiências.

Todas as coisas que chegam a você são presentes do Criador que você escolhe não desembrulhar nem reconhecer. A bondade é fácil de se ver e se encontrar nas longas horas do seu dia, mas o que dizer de todas as suas experiências que não são tão fáceis, nem tão bonitas, nem tão divertidas?

Todas as partes do universo estão entrando no seu mundo porque você as convocou, você fez o chamado e você emitiu um decreto:

– “Venham para a minha vida! Ensinem-me. Mostrem-me. E que o aprendizado venha através do prazer, da dor, da bondade, da maldade, das trevas ou da luz. Não importa.”

Você invocou tudo o que lhe acontece neste dia, no dia de ontem e no de amanhã, desde o segundo do seu nascimento até o segundo da sua morte. Você chamou tudo isso à existência. Chamou os mocinhos, os bandidos, chamou sua carência e sua prosperidade. Chamou tudo através dos seus pensamentos, das suas palavras e da sua energia.



Repetimos várias e várias vezes: seu mundo é um gigantesco esboço cósmico. Cada um de vocês está desenhando o projeto da sua própria existência. Ele se desenvolve a partir dos seus gostos, seus desgostos, suas raivas, seus amores, seus ódios, seus desejos, suas necessidades. Não rejeitem nada que venha a vocês. Está tudo na proporção Divina.

Olhem para o seu mundo para encontrar a divindade que procuram. Seu mundo reflete a divindade que vocês procuram. Querem anjos? Eles virão. Querem coelhinho da Páscoa? Ele virá também. O que quer que peçam lhes será dado – vocês são os filhos prediletos do Criador. Vocês são o povo escolhido, no entanto não o percebem.

A aceleração está sobre vocês, para vocês, ao lado de vocês, em vocês, atrás e acima de vocês. Nós todos somos membros de uma família, no reino celeste, mas vocês são os caçulas e os favoritos do Pai. Tudo lhes foi dado, mas como uma criança mimada, vocês não apreciam os presentes.

Vocês mesmos, que são os filhos prediletos, é que precisam lembrar e escolher. Por que pensam que vivem num planeta de livre arbítrio, de livre escolha?

Tudo gira em torno de escolha, escolher, escolhido –
O que escolherão?
Como escolherão?
Quem escolherão?

Energeticamente vocês esperam que os outros escolham por vocês, que Deus escolha por vocês, quando a escolha tem sido de vocês mesmos, o tempo todo. Vocês escolhem, vocês criam, vocês manifestam, de dentro para fora!

Tornem-se os Eleitos, aqueles que escolhem a Luz superior. Parem de negar sua divindade. Cada minuto de seus dias, cada atitude com cada pessoa e cada situação são divinamente instruídos e orquestrados. Que músicas vocês estão tocando para os outros? Vocês dividem o pão com o Criador a cada minuto de cada dia, a cada respiração, a cada escolha, a cada situação – vocês estão sempre dividindo o pão com o Divino. Sentem-se à mesa da Luz e saboreiem o que lhes foi dado.

Vocês foram cortados do mais fino tecido do Criador. Vocês são o melhor do melhor que foi colocado sobre a Terra, um lugar onde vocês se esqueceram quem são. Vocês se esqueceram das suas capacidades.

Esqueceram-se totalmente. E por agirem a partir do esquecimento, sentem-se esquecidos. Vocês nunca podem ser esquecidos por nenhum aspecto de Deus. Sempre que se encontram com outra pessoa, vocês estão encontrando com a divindade encarnada – e isto deve ser uma dádiva.

Neste momento, nós partimos.
Somos o Conselho de Luz Pleiadiano.

Nós nos sentamos ao lado de vocês neste banco de jardim do cosmos e compartilhamos nossa refeição de Luz.

por Gillian MacBeth-Louthan25 de maio de 2011 


terça-feira, 22 de maio de 2012

Registro - Grupo de Maio/2012





Dia de sol de outono maravilhoso. 
E nós  lá no Bosque da Barra. 
Mais uma vez agradeço a presença das pessoas que foram lá contribuir com sua luz. Como digo sempre, cada um é importante com sua especial assinatura energética, pessoal e insubstituível.


 

Trabalhamos o perdão e os antepassados. 
Foi um trabalho intenso amparado pela energia dos elementos, presentes em abundância nesse lugar mágico. 












Era um dia de luz amorosa em dose máxima entrando no planeta (eclipse de 20/05/2012). Dia mais propício, impossível.






Até o encontro de junho!

Angela Cunha

(Fotos: Nelson Paes)


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Alzheimer


Atendi com sessões de Terapia Multidimensional um senhor com diagnóstico de Alzheimer. A filha, médica, trazia a filha adolescente para sessões comigo há algum tempo e viu bom resultado com essa técnica. Então me perguntou se eu atenderia seu pai, de 82 anos, com algumas sessões. Ele vinha em companhia da filha, chegava educado e sorridente e imediatamente aceitava o convite para deitar-se na maca. Depois disso, dormia profundamente durante todo o trabalho. 

Na Terapia Multidimensional, tanto o terapeuta como a pessoa atendida fica em silêncio durante o processo. Há normalmente um relaxamento profundo do paciente e o adormecer é frequente. O terapeuta entra numa espécie de desdobramento, acionando a energia do coração e algumas imagens podem surgir. A pessoa é tratada por uma equipe de cura multidimensional. Algumas vezes o paciente também acessa imagens, cores e pode receber mensagens importantes.

Na segunda sessão com esse senhor, durante o processo algo aconteceu. Eu estava de olhos fechados e o "vi" levantar da maca com facilidade. O corpo dele permaneceu deitado, dormindo aparentemente, mas seu duplo levantou e se colocou em frente a mim. Ele estava sorridente e segurou minhas mãos. Agradeceu pela oportunidade de estar ali e por eu estar tratando de sua neta. Parecia lúcido e tranquilo. Depois, voltou ao corpo. 

Então, um ser extrafísico me disse que ele havia escolhido adoecer com Alzheimer. Havia sido em muitas vidas uma pessoa onde a rigidez e a severidade estavam presentes de modo intenso. Dominava a família, era um crítico cruel, impunha regras severas a si mesmo e aos outros e não admitia erros. Isso havia causado muito sofrimento a todos e a ele mesmo. Então, ele havia escolhido adoecer desse modo, para conseguir quebrar esses rígidos padrões, já que por  vidas não havia conseguido, caindo sempre no mesmo padrão de repetição. O que me surpreendeu foi que o ser acrescentou que ele não precisaria adoecer para mudar o padrão. Bastaria apenas MUDAR! Mas parecia que para ele adoecer era mais fácil, surpreendentemente. 

Terminamos o trabalho e ele se despediu educadamente, parecendo alheio novamente. 
Conversando depois com a filha dele sobre isso, ela me disse que se lembrava que ele era exatamente como  o descrito, desde que ela se lembrava dele na infância. Ele parecia outra pessoa após adoecer e ela sempre se perguntava como era possível.

Eu comentei com ela que o Eu verdadeiro dele estava lúcido e saudável (o que falou comigo). Que ele apenas representava um papel aqui, o papel que lhe pareceu o melhor para curá-lo. (por mais estranho que isso possa parecer).

Depois de mais umas duas sessões, não mais o encontrei. Nem durante o trabalho tive outro contato como esse, com ele lúcido. Mas guardei essa lição para sempre. Não precisamos escolher a dor. Podemos nos curar de modo mais leve, apenas MUDANDO. Geralmente SABEMOS onde estão nossos nós, não é?

Angela Cunha 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O CENTÉSIMO MACACO

O macaco japonês Macaca Fuscata vinha sendo observado há mais de trinta anos em estado natural. Em 1952, os cientistas jogaram batatas-doces cruas nas praias da ilha de Kochima para os macacos. Eles apreciaram o sabor das batatas-doces, mas acharam desagradável o da areia.

Uma fêmea de um ano e meio, chamada Imo, descobriu que lavar as batatas num rio próximo resolvia o problema. E ensinou o truque à sua mãe. Seus companheiros também aprenderam a novidade e a ensinaram às respectivas mães.

Aos olhos dos cientistas, essa inovação cultural foi gradualmente assimilada por vários macacos.

Entre 1952 e 1958 todos os macacos jovens aprenderam a lavar a areia das batatas-doces para torná-las mais gostosas. Só os adultos que imitaram os filhos aprenderam este avanço social. Outros adultos continuaram comendo batata-doce com areia. Foi então que aconteceu uma coisa surpreendente.

No outono de 1958, na ilha de Kochima, alguns macacos – não se sabe ao certo quantos – lavavam suas batatas-doces.

Vamos supor que, um dia, ao nascer do sol, noventa e nove macacos da ilha de Kochima já tivessem aprendido a lavar as batatas-doces. Vamos continuar supondo que, ainda nessa manhã, um centésimo macaco tivesse feito uso dessa prática.

Então aconteceu!

Nessa tarde, quase todo o bando já lavava as batatas-doces antes de comer.

O acréscimo de energia desse centésimo macaco rompeu, de alguma forma, uma barreira ideológica!

Mas veja só:

Os cientistas observaram uma coisa deveras surpreendente: o hábito de lavar as batatas-doces havia atravessado o mar. Bandos de macacos de outras ilhas, além dos grupos do continente, em Takasakiyama, também começaram a lavar suas batatas-doces.

Assim, quando um certo número crítico atinge a consciência, essa nova consciência pode ser comunicada de uma mente a outra.

O número exato pode variar, mas o Fenômeno do Centésimo Macaco significa que, quando só um número limitado de pessoas conhece um caminho novo, ele permanece como patrimônio da consciência dessas pessoas. Mas há um ponto em que, se mais uma pessoa se sintoniza com a nova percepção, o campo se alarga de modo que essa percepção é captada por quase todos!

Você pode ser o centésimo macaco!

Essa experiência nos proporciona uma reflexão sobre a direção de nossos pensamentos.

De certo modo, já sabemos que para onde vai o nosso pensamento segue a nossa energia.

Grupos pensando e agindo numa mesma freqüência em várias partes do Planeta têm as mesmas sensações e acabam fazendo as mesmas coisas sem nunca terem se comunicado. Isso vale tanto para aqueles que praticam o bem como para aqueles que usam de suas faculdades para o mal.

O acréscimo de energia, neste caso, pode ser aquela que você está enviando com o seu pensamento sintonizado na freqüência do crime noticiado que gera comoção geral. Parece coincidência, mas sempre que um crime choca e comove multidões, de imediato outros fatos semelhantes pipocam em diversos lugares. Será isso o efeito do centésimo macaco às avessas?

Ao invés de indignar-se diante do crime noticiado, direcionando inconscientemente seu pensamento e sua energia para essas pessoas ou grupos que se aproveitam dessa energia toda para materializar mais crimes, neutralize com pensamentos conscientes de amor e perdão.

Mude de canal na TV, vire a página do jornal, saia da freqüência e não alimente ainda mais a insanidade daqueles que tendem para o crime, e, também, daqueles que lucram com as desgraças alheias.

São todos igualmente insanos, tanto aquele que pratica o crime quanto aquele esbraveja palavrões de indignação por horas diante das câmeras, criando comoção e levantando a energia que se materializará nas mãos daquele que está com a arma já engatilhada.

Gerar material para construir um mundo melhor não requer tanto de grandes ações, quanto essencialmente grandes blocos de consciência.

É preciso que mais gente se sintonize na freqüência e coloque aquele acréscimo de energia que pode gerar uma nova consciência em outros grupos, em outras partes do Planeta.

Se cada um de nós dedicarmos alguns minutos todos os dias para meditar, entrando em sintonia com a freqüência do amor, basta para mudar muitas coisas desagradáveis acontecendo em nosso Planeta e criar uma nova consciência.

Seja você também um “centésimo macaco” – para o bem!

Mensagem enviada por Sônia RMB

do blog De Coração a Coração

terça-feira, 15 de maio de 2012

Nove Dicas de Saint Germain



1. Começa o dia com Gratidão, Luz e Proteção

Mesmo que tenhas dormido mal e estejas cansado, sê grato por este novo dia.
Expande-te e dize: “Hoje eu vivo para a alegria!”.
Isto é uma grande disciplina e o êxito aumentará dia a dia.
Então te envolve em um reluzente casulo de Luz.
Este campo de energia pulsante te protegerá durante todo o dia. Ele transpassa cada célula do teu corpo físico e é alimentado pela tua Divina Fonte.
Sente este reluzir e brilhar como agradável calor, como tua Divina Força de vida e te sente abrigado nesta proteção.
Como bênção especial, quero dar-te a poderosa transmutadora força da Chama Violeta.
Vê-te envolvido por ela. Que este invólucro onde todo o negativo se dissolve, te envolva sempre.
Se tiveres dificuldades em teu mundo externo não permitas que se instalem dentro de ti. Se pensares em Saint Germain podes vencer todas as dificuldades.

2. Magnetiza a água: A Água da Vida

De manhã, prepara um copo com água limpa. Ergue o braço esquerdo e coloca a palma da mão virada para cima, e a palma direita sobre o copo, abençoando a água e dize as seguintes palavras:
“Eu Sou a Presença Divina que carrega esta água com a essência divina da vida, que eu bebo agora e que renova os meus corpos com perfeita saúde e eterna juventude.”
Bebe então a água, mantendo a mão esquerda para cima, e passa a mão direita algumas vezes sobre a barriga, partindo do lado esquerdo, subindo até o arco das costelas e então para o lado direito e para baixo até a virilha esquerda.
Este exercício deve ser executado exatamente como foi descrito.
Procura manter na consciência:
“Eu Sou a atividade perfeita de cada órgão e cada célula do meu corpo.”
Dize muitas vezes:
“Eu Sou a perfeita saúde que se manifesta em cada órgão do meu corpo.”

3. Usa a Luz Violeta no banho: A Ducha Violeta

Quando sentires o efervescente jato da ducha de manhã em teu corpo e imaginares os raios d’água transpassados pela Luz Violeta, sentirás como tudo que oprime é levado pelas águas.
Purificadoras e curadoras energias te transpassam e envolvem – entrega-te completamente a este sentimento vibração da alegria aproxima se da vibração do amor!

4. Escolhe o Programa Certo

Nunca mais te ligues a programas de medo, de dúvida, de raiva!
Através do medo te tornas exposto a agressões e manipulações em todas as esferas da tua vida!
Abre-te aos caudais de Luz da tua Divina Fonte coloca a torrente de Luz contra o medo, a doença e todas as imperfeições deste mundo.
Tu és um filho da Luz e estás abrigado na divina corrente da misericórdia.
Preenche tua casa, tua família e tudo ao teu redor com esta divina perfeição – não permitas mais outros pensamentos.
Tu és um ser de Luz – inatingível pela escuridão e inferioridade.
Tua vestimenta protetora de Luz com a luminosa aura violeta te envolve e tu sabes: afasta todas as causas que destroem o desempenho correto e harmonioso do teu corpo!

5. O perdão como uma força de cura

Um ponto importante é o perdão – deixa de lado todos os pensamentos e sentimentos negativos, do contrário teu corpo físico não poderá usufruir saúde.
Então trabalha com as Forças das Chamas e não desanimes se as doenças ainda continuarem a existir.
Teu corpo precisa ser purificado preparado para a Nova Era.
Não existe melhor remédio do que as Forças do Fogo Sagrado em todas as suas formas: a purificadora e transmutadora Luz Violeta, a curadora Chama Verde e a calmante Luz Crística.

6. Respira Corretamente: usa o invólucro violeta

Respirar é viver – é espírito – é alimento, e a respiração profunda e rítmica é uma boa base para a saúde. Porém o elemento ar tem dificuldade de se manter sempre purificado para os filhos da Terra – assim fala a Mestra Áries.
Muita imperfeição impregna o elemento Ar, e ar puro tornou-se uma raridade para o homem.
Mas aos amados alunos da Luz, que trabalham pela purificação da Terra, queremos apresentar um serviço extra:
Nós agora criamos um delicado e fino invólucro para ti, que te protegerá de todas as imperfeições do ar, dando-te a possibilidade de absorver, por assim dizer, sempre ar puro e filtrado.
Imagina este véu, esta proteção como irradiante e cintilante substância que tem um leve vislumbre violeta. Esta delicada e irradiante substância de Luz purifica a atmosfera em volta de ti.
Apela a mim e aos amados ajudantes do ar, para te dar este envoltório e construí-lo sempre, para que esteja constantemente a tua disposição.
Este delicado invólucro de substância violeta te protege contra cheiros desagradáveis de toda espécie e também contra diversas irradiações nocivas.
Pratica agora! Trabalha diariamente com esta proteção! Pede aos Amigos Anjos ajuda, este invólucro te protegerá também em tempos de crise, quando energias destrutivas estiverem em tua volta.



7. Alivia as dores com a Luz Violeta

Quando tiveres dores – ergue o braço esquerdo com a mão espalmada para cima.
Visualiza a Chama Violeta penetrando e percorrendo este braço até o coração e daí passando pelo direito e coloca o polegar direito e o dedo indicador juntos no local onde tiveres dor, pensa ou fala baixinho, porém com determinação:
“Eu Sou a Poderosa e Transmutadora Chama Violeta!”
Dize-o inúmeras vezes e sentirás o Fogo.
Tuas mãos tornar-se-ão quentes, minha corrente as transpassará – a purificadora Luz Violeta!
Em seguida, repete o mesmo exercício de modo inverso (erguendo a mão direita) e dize baixinho, com determinação:
“Eu Sou a Divina e Curadora Luz Crística!”
Esta Luz Crística é uma poderosa Força! Senti-la-ás flamejando através dos teus dedos.
Não duvides nem um momento!
Porém, primeiro transmutar, depois curar!

8. Cura Para os Amigos

Se quiseres curar uma pessoa, apela por sua Presença Eu Sou para dosar a irradiação corretamente.
Dize as palavras:
“Poderoso Eu Sou na corrente de vida de (Nome): deixai fluir vossa Energia Eletrônica através de cada célula do seu corpo e sentimento para que tudo se transforme em Perfeição instantaneamente.”
Se colocares estas energias curadoras em movimento, visualiza-te em teu invólucro protetor de Luz, levanta tua mão esquerda aberta, sente o afluir das Energias Divinas e deixa-as passar pelo teu coração preenche-as com a Chama do Amor – e envia esta irradiação com a mão direita – e vê a corrente de vida inundada por esta Luz Violeta.
A pessoa beneficiada pode estar perto de ti ou mesmo distante.
Na esfera espiritual não existem distâncias.
A Chama Violeta foi dada aos homens desta época para neutralizar o mal. É a grande possibilidade de dissolver o acumulado carma negativo dos homens e libertar o mundo dos poderes da treva.

9. Leva Luz ao Mundo

Leva a CHAMA VIOLETA contigo, ancorando-a nos lugares onde andas e te encontras! Visualiza como teu corpo está preenchido pela Chama Violeta. E como em toda parte ela se fixa sobre o solo, lançando raízes para dentro da Terra.

Queres fazer isto para mim? Lembra-te: podes fazê-lo!
De outra forma eu não pediria.
Mãos à obra, com alegria.
Sabe que estou contigo para dar-te toda a ajuda possível.
Anda, então, envolvido no teu irradiante traje de Luz para levá-lo à escuridão, preenchendo-a com Raios do Amor, e ancora a Força da Paz onde ainda houver discórdia.

Eu Vos Amo!
Saint Germain

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...