Pesquisar este blog

Traduzindo

sexta-feira, 29 de abril de 2011

A Pedra - Parte II - Acolhendo a Dança Entre o Espírito e o Corpo

Foto: Walkiria Adams


Imagine que você está carregando uma pedra no seu pescoço, de verdade. Observe-a e veja o quanto ela é pesada e grande. Liberte sua imaginação. 

A pedra contém todas as emoções com as quais você tem dificuldade e todas as crenças negativas sobre viver na Terra, do tipo “Não sou bem-vindo aqui”, “As pessoas não me compreendem”, e assim por diante. A pedra carrega o seu medo assim como a sua resistência à vida. Ela simboliza aquilo que ficou preso e bloqueado dentro de você. Portanto, a pedra também indica a sua missão na vida. A missão da sua alma é levar luz às partes mais densas de você mesmo.

É seu propósito de vida irradiar sua luz nas partes endurecidas e petrificadas de você mesmo. Difundir sua luz na Terra é, em primeiro lugar e mais importante de tudo, dirigir-se à sua escuridão interior. Logo que você empreender esta viagem interior, sua luz automaticamente se irradiará para fora, para outras pessoas, inspirando-as a fazer o mesmo. Você não precisa se concentrar no que precisa ser remediado no mundo. Concentre-se na sua própria pedra. 

Você consegue ver uma imagem dela? Que cor ela tem? O que você sente quando a toma em suas mãos? Cumprimente a sua pedra e segure-a gentilmente. Permita que a sua consciência flua para dentro da pedra e sinta a energia no seu interior. Você sente raiva, tristeza ou medo? Permita que a pedra lhe conte a sua história.

Lembre-se que você, que está segurando a pedra, é um ser de luz vivente. Você está inteiro, mantido em segurança nas mãos de Deus. Agora observe o que acontece com a pedra só pelo fato de você segurá-la e voltar sua atenção para ela de um modo aberto e acolhedor. Ela vai se transformar. Ao se conectar com ela a partir da sua própria essência divina, envolvendo-a com aceitação e compreensão serena, você a borrifa com faíscas de luz. A pedra se acende a partir de dentro. Sua consciência leva luz e movimento para dentro da pedra. Ela não é mais fria e dura. Gradualmente ela se transforma numa pedra preciosa. A estrutura da pedra mudou graças à sua atenção amorosa. Dê uma boa olhada e veja que cor e forma ela toma.

Agora pergunte à pedra: “Qual é o seu presente para mim?” Que tipo de qualidade você sente que está presente na sua pedra preciosa? Sinta em seu interior. É compaixão? É tolerância? É a capacidade de se entregar e confiar? É tranquilidade, coragem e alegria? Receba o presente. 

Antes a pedra continha energia presa e escura. Depois que você a envolveu com o poder sereno da sua natureza verdadeira, ela se transformou num tesouro. Ela não foi simplesmente neutralizada; ela se transformou numa pedra preciosa, refletindo sua beleza e sabedoria internas. Aquilo que antes era uma pedra pendurada no seu pescoço, transformou-se numa jóia valiosa. Pegue a pedra e veja como ela brilha e faísca numa cor e forma que refletem sua energia única. Permita que a pedra entre no seu corpo e veja para onde ela vai naturalmente. 

Para que parte do seu corpo a pedra vai espontaneamente? Que efeito ela tem sobre você? Ela terá um efeito curador no seu corpo e no seu espírito.

A vida constantemente o convida a voltar-se para as suas próprias partes densas, escuras e bloqueadas. A dança entre espírito e corpo é como uma dança entre luz e trevas. Assim que você reconhece sua natureza verdadeira, a dança torna-se menos estressante. Ela se torna uma alegria. Quando você se conscientiza do poder transformador do seu eu divino e convida a escuridão a vir para o exterior, a dança entre a luz e as trevas produz jóias preciosas que mostram como a luz pode viajar para dentro das partes mais densas da realidade. A pedra preciosa é o resultado da integração da consciência com a matéria, o fruto da dança entre o espírito e o corpo. 


A vida o convida a realizar esta dança vezes sem conta. Sempre que sentir negatividade ou trevas na sua vida, por favor, não julgue. Traga a pedra à sua imaginação. Acolha-a e conecte-se à parte de você que ainda não está iluminada pela sua percepção divina. Tome conta da pedra. Sua atenção amorosa é a chave para acender a pedra de dentro para fora. Ao irradiar sua luz sobre as partes densas e escuras no seu interior, você abraça a dança da criação e Deus nasce na Terra através de você.

© Pamela Kribbe 2011
Tradução de Vera Corrêa

A Pedra - Parte I - Acolhendo a Dança entre o Espírito e o Corpo

Escuridão e densidade fazem parte da vida na Terra. Quando vivencia as trevas ou densidade em sua vida, você sente que a energia é pesada, lenta ou presa. Sente uma falta de movimento, de liberdade e de fluxo. Sempre, quando há este tipo de densidade, existem pensamentos e emoções, que revelam uma sensação de desconexão e separação. Falei anteriormente que sentir-se desconectado do Espírito – o que significa sentir-se separado da sua própria essência – é a pior dor que uma alma pode experienciar. Como você pode curar essa sensação de separação, que o faz sentir-se ferido emocionalmente e inseguro quanto ao sentido da vida?


LEVANDO SUA LUZ PARA DENTRO DA ESCURIDÃO



Hoje eu o convido a se encontrar com a sua parte interna mais densa e acolhê-la com o coração aberto. No seu dia-a-dia, você experiencia a sua parte mais densa nas áreas da vida em que sua energia flui com dificuldade. Isto pode ser no trabalho, em relacionamentos, na saúde ou em qualquer outro aspecto da sua vida. Nesta área, você tem mais dificuldade para se aceitar ou para aceitar o que a vida lhe oferece. Você experiencia esse aspecto da vida como um estorvo, como algo que nunca deveria ter existido. Você se sente bloqueado, preso. E eu o convido a visualizar essa densidade como uma pedra que você carrega, como a proverbial “pedra pendurada no pescoço”.

Você pode sentir que a densidade que você experiencia se deve a circunstâncias externas. Pode sentir que foi causada pela rejeição, traição ou violência de outra pessoa. Ou talvez você diga: “Não me adapto à vida num lugar tão escuro e denso como a Terra.” 

É compreensível que uma parte de você reaja desta maneira. Essa é a sua parte desnorteada e chocada que se esqueceu do verdadeiro poder que reside no interior do seu ser. É uma criança interior traumatizada que fala com você através desses pensamentos negativos. Esta criança sente-se vítima, sente-se rejeitada e desconectada. Eu o convido a reconhecer a sua parte mais sábia e luminosa, cujo único propósito é trazer essa criança para casa. Você tem uma escolha a fazer, Você se identifica com a criança interior traumatizada, ou com a sua parte luminosa e inteira que é capaz de curar essa criança?

A origem do seu sofrimento não se encontra na densidade ou escuridão da realidade externa. Encontra-se na incapacidade que você sente de se elevar acima da sua parte interior mais densa e abraçá-la com a sua luz e brilho verdadeiro. Sentindo-se vitimado pela sua parte mais densa, você fica ressentido com ela e quer se livrar dela. Jogar fora uma parte de você mesmo faz com que se sinta despedaçado internamente. Sua alma não estará em paz enquanto a criança perdida não voltar para casa.

© Pamela Kribbe 2011
Tradução de Vera Corrêa
(Continua...)

sábado, 23 de abril de 2011

Você sufoca ou escuta seu coração?


O coração é simplesmente todo-poderoso e para sempre.

O homem sufoca-o ou escuta-o.
Com muita freqüência, infelizmente, o homem pensa ouvi-lo quando mal o deixa respirar sob as razões e as desculpas do mental.

Vós sabeis que não estou falando do coração que pulsa em nós ao ritmo das estações. Falo do sol interior que nos liga à cadeia dos mundos transcendentes.

Estais no universo do ser, Irmãos, então ficai agora no universo do futuro.
Aboli as barreiras, pois elas vos sujeitam às técnicas e ao tempo.

Sabei simplesmente pedir sem preocupar-vos com a resposta, pois a resposta é sempre a mesma: SIM.

A força de meu Pai vos é concedida incondicionalmente, assim como a todo homem.

Trecho do livro O Caminho dos Essênios de Anne e Daniel Meurois-Givaudan - A Vida Oculta de Cristo Relembrada
Feliz Páscoa a todos!
Angela Cunha

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Onde Anda Sua Atenção?



Citação  dos Abraham - De 07/Mar/2011


O que quer ao que você esteja dando atenção, já está vibrando. E quando você dá sua atenção àquilo, se você mantém seu foco ao menos por 

17 segundos, 

você começa a incluir em sua vibração, independente do que seja, a vibração daquilo. 
Quando você vê algo que você quer e dá sua atenção àquilo, e diz “sim” àquilo, você está incluindo a vibração daquilo, independente da vibração daquilo, em sua vibração. 

Quando você vê algo que não quer e grita “não” àquilo, você está incluindo a vibração daquilo, independente da vibração daquilo, em sua vibração. 

Nesse mundo vibracional, onde tudo é vibracional, vocês são seres mais vibracionais do que seres verbais. Você está se comunicando com todo mundo muito mais numa base vibracional do que numa base verbal.


[Abraham]


Do seminário em Portland, OR/USA, em 11/Jul/1999 – #5
Publicado no site dos Abraham em 07/Mar/2011
Tradução: Luciene Lima, São Paulo, SP, Brasil

.............................................................................................................................................
Daí a importância imensa das afirmações positivas, não pelas palavras apenas mas no foco que elas trazem. O que geralmente fazemos por desconhecimento é focar sempre nas nossas dificuldades e no que não queremos materializar em nossa vida. 
Para nosso cérebro, não importa se o que afirmamos já é realidade material ou não. Então visualizar nosso corpo saudável, aquele projeto realizado com sucesso em todos os detalhes ou nosso dia fluindo com tranquilidade faz um efeito imenso.
Se estamos doentes, visualizar todas as atividades que fazemos quando estamos saudáveis materializa a saúde e a energia mais rapidamente.
É um exercício para a vida inteira não tão fácil quanto parece, mas eficaz.

Angela Cunha

terça-feira, 19 de abril de 2011

A Importância da Ação



Vós já sabeis quais são as vossas distrações – minimizai-as. 
Vós sabeis realmente quais são as vossas fraquezas, diminui-as. 
Sabeis realmente onde é que o vosso coração vos está a chamar – ide lá. 
Já sabeis qual é o vosso maior desejo – manifestai-o. 

E sabeis também que a maior parte disto não se passa no plano material, que é a mais ridícula de todas as distrações. O vosso jogo está nos éteres. Trabalhai a vossa magia lá.

Mensagem do Conselho da Luz canalizada por Rebecca Couch em 4 de Abril de 2011 (texto parcial) 

____________________________________________________________________________________
Acho que nem preciso comentar, não é? Vou imprimir e colar em todos os lugares da casa.

Angela Cunha

segunda-feira, 18 de abril de 2011

O Urso e o Pote de Mel


Atendi recentemente uma mulher que já tinha sido atendida por mim há cinco anos atrás. Segundo ela, foram três atendimentos.  Lembrei dela quando a vi e quando iniciou o seu relato, lembrei de sua história. 

O que mais me impressionou foi constatar mais uma vez como tocamos profundamente a vida das pessoas e, se perdemos o contato com elas, nunca ficamos sabendo o quanto. Ainda bem que tive a oportunidade que ela me proporcionou.

Ela me disse como sua vida se modificou a partir daqueles atendimentos. Enfrentou seus desafios e implementou as mudanças necessárias em sua vida. Não foi fácil mas ela teve coragem e venceu. Citou uma historinha que contei a ela e que foi a grande responsável por suas reflexões e mudanças. Procurei no Google a história e não encontrei. E não consegui lembrá-la inteiramente para contar aqui. Mas é algo assim:

Um urso estava na floresta com muita fome e achou um pote enorme de mel. Ao ver o pote agarrou-se a ele e ao fazer isso percebeu que o pote estava muito quente e queimava suas patas. Mesmo assim não conseguia soltá-lo por lembrar da fome que poderia passar de novo. Movia-se com dificuldade por ter que carregar o tal pote e perdeu oportunidades por isso. Não interagia com os amigos da floresta e não ia conhecer novos lugares, pois como poderia levar o pesado pote com ele? 

A moral da história é: Qual o pote de mel da sua vida? O que você precisa largar para prosseguir sua jornada com liberdade? O que te fere na vida e você não consegue abandonar por medo e por não confiar na Providência Divina?

Essa mulher descobriu qual era o pote de mel ao qual ela estava presa indefinidamente e finalmente o abandonou. A partir daí, sua vida fluiu como ela jamais imaginaria que fosse possível.

Agradeço a ela por ter me contado isso. Eu nem me lembrava mais da história mas gostei de saber dos resultados. 

Quando a pessoa está perto do momento de seu amadurecimento, uma simples história é capaz de promover a mudança necessária. Agradeço ao universo por ser uma das ferramentas dessa mudança.

Angela Cunha


sábado, 16 de abril de 2011

Canalizando a Voz do Espírito


Estive em São Paulo no último fim de semana para um curso com João Carlos Paliteiro e Helene Abiassi, que trabalham com Terapia Multidimensional. 

O objetivo do curso era ensinar e possibilitar a canalização. O curso se chama Canalizando a Voz do Espírito. Fui em busca de uma nova ferramenta para trabalhar a intuição e o link com a sabedoria dos seres que estão ao nosso redor nos instruindo e apoiando. 

Mais uma vez fiquei sensibilizada com os nossos dois professores que são algo indescritível em doçura, tranquilidade e paciência. Agradeço de coração a oportunidade de tê-los conhecido e de poder compartilhar seus ensinamentos. 

Angela Cunha

Ótica

Foto: Walkiria Adams


Nós não vemos o mundo como ele é.
Nós vemos o mundo como nós somos.

Anaiis Nin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...