Pesquisar este blog

Traduzindo

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Por que deveriam os seres humanos preocupar-se com o corpo e com a saúde do corpo nestes tempos?


O processo de ascensão é um processo de deixar fluir aquilo que os prende à realidade tridimensional. O que os tem prendido à realidade tridimensional revela-se na vida do corpo como doença.
Se a pessoa ficou presa à realidade material por sempre se fazer de vítima, isso irá gerar doença.
Trabalhem com as doenças de que vocês sofrem, e a consciência de sua causa surgirá.
Trabalhem com as doenças que vocês têm, e elas irão lhes dizer os mecanismos pelos quais vocês se mantêm presos neste plano terrestre.
As doenças têm consciência de como vieram a existir.
Elas são capazes de revelar isso a vocês.
São precisamente aqueles aspectos desequilibrados de sua consciência que deterioram em doenças do corpo, e que são os padrões que mais necessitam mudar.
O corpo é sua relação individual com a Terra, com o princípio feminino que é a Terra.
Todos vocês compreenderam que querem ser livres e estão dando grandes passadas para atingir o cosmo. Gostaríamos de sugerir que vocês não ignorem o que criaram no corpo vivo da Terra.
Vocês precisam desfazer suas confusões antes de poderem partir. Existem muitas confusões de pensamento e sentimento densos, ainda agarrados ao corpo, mantendo vocês aqui.
Quais são esses padrões de sentimentos e pensamentos que residem no corpo como dores, sofrimento, doenças?
Este é o trabalho individual da consciência, mas podemos dizer-lhes mais – eles são autojulgamentos do tipo individual.
Os autojulgamentos criaram a separação do Eu divino, e onde existe a separação do Eu divino, pode seguir-se a doença.
Não se trata daquele tipo de compreensão “você cria sua própria realidade, portanto a culpa é toda sua”.
Viemos aqui hoje com amor por vocês e para acenar-lhes do cosmo.
Nós os queremos conosco.
Nós vemos o que atravanca o processo de vocês estarem incluídos na vida cósmica.
Quais as atitudes e atributos que os mantêm presos a um ciclo reencarnatório?
São aqueles padrões mentais habituais que conduzem à doença – sempre os mesmos. Assim, quando vocês trabalham com o conhecimento da consciência de sua doença, estão trabalhando para libertar-se em sua existência ascensionada.
Tomemos por exemplo a dor de garganta crônica ou recorrente. O que, na vida anímica, não é capaz de ser expresso ou dito de alguma maneira?
Nós sabemos que a garganta é o lugar do quinto chakra do poder e dá voz à expressão da alma – então o que necessita ser expresso na existência total de uma pessoa?
Será que a experiência da dor de garganta tem relação com isso, e quando ela vem?
Então há a medula “oblongata” atrás do chakra da garganta, onde se situa a Fonte dos Sonhos.
Esta Fonte contém todas as histórias de vidas passadas que necessitam ser conhecidas e que precisam ser trabalhadas e conhecidas antes que a evolução espiritual possa prosseguir.
Ela sabe que segmentos das histórias (que são padrões de vida na Terra) necessitam expressar-se. Não é por acaso que esses dois centros dos chakras se encontram juntos.
O que quer e necessita ser expresso?
Ouçam o que vem da Fonte dos Sonhos e compreendam. Focalizem seus pensamentos nisso, pedindo interiormente que aqueles padrões históricos que necessitam de uma verdadeira consciência, aflorem.
A personalidade tem um efeito tremendo quando se torna desejosa de conhecer essas histórias.
Aqui está o uso correto da vontade, utilizando a vontade para dizer:
“Sim, eu aceitarei essas histórias de vidas passadas e trabalharei com elas com compreensão e amor”.
O chakra da garganta é profundamente afetado pelo uso da vontade da pessoa – má vontade ou boa vontade.
Diga a essa porção de si mesmo:
“Serei consciente e responsável para conhecer meus próprios padrões de pensamentos e sentimentos”.
Histórias irão surgir em sua memória, que os libertarão desta dimensão. Vocês saberão como se prenderam e como desprender-se.

De que maneira melhorar a saúde de uma pessoa, ajuda em seu nascimento para a vida enquanto ser consciente do cosmo?
Densidade no corpo são doenças e são também âncoras à Terra tridimensional que está doente, em consciência.
São como a Terra queimada, porções dela que foram desnudadas por poluentes químicos e utilizadas com capacidade pela civilização.
À medida em que existem porções de seus corpos com as quais vocês se relacionam daquela forma, vocês não conseguirão o que desejam. Não é um caso de “ame-a ou deixe-a”, em se tratando do vosso planeta, mas “vocês não irão deixa-lo enquanto não o amarem”.
Este remédio foi recomendado de muitas maneiras e por muitas filosofias médicas; não o estamos inventando. Porém, estamos colocando-o no contexto da mudança espiritual evolucionária que vocês estão cumprindo.
Vocês estão mudando a si mesmos em seres mais rapidamente vibratórios e as implicações disso para a vida de seus corpos são tremendas.
Quando as harmonias são mais fortes, a taxa vibratória em cada célula aumenta. Por favor, visualizem o pó que se acumulou intocado sobre uma superfície por anos e anos, e um leque o ventilando, agitando o ar.
Essa agitação está acontecendo em cada célula, porque as células são os primeiros “seres” no seu lado do véu molecular.
Elas são as primeiras a sentir os efeitos do influxo da luz espiritual que chega. Os seres humanos tendem a visualizar esse fluxo apenas de fora para dentro, não é mesmo?
Porém isso é parte do efeito hipnótico de estar em um corpo físico. A luz flui, a consciência se eleva, a partir de dentro de cada célula.
O pó é o resíduo da negatividade, a poluição do pensamento e do sentimento que se estabelece nos estilhaços maiores ou menores.
A vibração mais rápida no corpo faz surgir o que necessita  ser percebido, para que possa ser transformado em amor. Seu corpo quer ser amado em seu mais alto estado evolucionário, assim como seu lar aqui na Terra.
Seu corpo permanecerá seu veículo fiel para a jornada da consciência enquanto vocês prosseguem na mudança dimensional.
Ele quer tornar-se mais leve e menos denso, mais belo e natural, como sua Mãe Terra.
Vocês podem favorecer a iluminação do corpo, o aumento do movimento espiritual no corpo, possibilitando a si mesmos tornar-se cientes do “porquê” de qualquer doença.
Amem sua dor de cotovelo, amem sua dor de cabeça (como dizia nossa amiga Louise Hay), e peçam para a consciência tornar-se acessível a todos vocês.
O “que” da doença é conhecido pelos médicos, o “porquê” é o seu segredo.
Derramem sua própria luz consciente em suas doenças e deixem o segredo ser conhecido.
O corpo sente que tem sido ultrajado e desprezado, utilizado como um depósito de lixo para pensamentos e sentimentos não desejados, como acontece com a Terra.
O corpo é sua Terra.
Permita-lhe que lhes fale e vocês poderão entender o porquê de qualquer doença.
Trabalhar com as densidades-enquanto-doenças de seu corpo impele vocês para a mudança de dimensões.

Como poderíamos engajar-nos nesse trabalho com as doenças do corpo?
Existem muitos bons caminhos para a cura.
Nós sugerimos que a consciência grupal é poderosa nestes tempos.
O modelo médico/paciente em uma sala não é tão poderoso na Era de Aquário quanto o são as curas grupais, as atividades curativas grupais, o engajamento em grupos para resolver problemas de saúde.
A atitude positiva dos médicos é importante, seja qual for a estrutura com a qual trabalham. Sugerimos que vocês levem seu desejo de conhecer o porquê, para seus médicos. Digam-lhes que vocês acreditam ser essencial conhecer esse nível de consciência da doença.
Há cura para os médicos também, quando o paciente quer ter consciência sobre a doença.
Não existe nós e eles, existe apenas nós.
Encaminhem-se para seus especialistas em saúde com a atitude de que “nós” nos empenharemos em trazer consciência para a área doente do corpo, porque mais de duas pessoas reunidas para a cura intensificam o poder disponível.

Libertando o Coração Fechado
Sim, o sentimento quer fluir.
Por que? Porque a área do coração fica bloqueada de tempos em tempos sobre este plano terrestre, com envolvimentos  de ferirem-se mutuamente – muitos envolvimentos, em ambas as direções.
Isso hoje é um assunto antigo, e sua evolução não apoiará esse comportamento. Sim, isso vocês sabem. Sua mente avaliou bem.
Conceitualmente, vocês sentem que está passando para níveis de existência, níveis de sua existência cósmica, que vibram mais alto e mais rápido e nos quais há mais amor.
Em que se transformarão essas experiências de vida de todas as suas encarnações que têm sido menos que amor, quando vocês não amaram com o máximo de suas capacidades?
Agora elas chegam a um fim, sim.
De que maneira o resíduo real, quase físico dessas experiências é neutralizado e curado antes que vocês continuem?
É conhecendo, compreendendo, experimentando o sofrimento: você feriu, você será ferido.
As energias que estão vindo agora, daqui para frente, nessa próxima fase, são energias que procuram curar o ferimento.
É necessário senti-lo, e quando é sentido, apologias do amor podem ser feitas. Os seres humanos poderão prosseguir, quando a compaixão pelos sofrimentos que outros experienciaram penetrar em seus corações.
Um dos mais fortes componentes do véu da ilusão é negar que causamos sofrimentos aos outros.
Isso deixa de ser sustentável conforme cada um de vocês se torna mais Eu-Deus em si mesmo.
As energias que entram irão incitar uma percepção dos sofrimentos causados a outros e uma grande necessidade de reparar o que fizemos.
É isso que significa preencher o chakra do coração, tornando-o inteiramente realizado – unir o céu com a Terra, fazendo com que o “embaixo” seja como o “em cima”,
(“Venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade assim na Terra como no Céu”).
O Céu é compassivo, e a Terra está se tornando assim também.
Não se trata de um processo mental.
Muitas compreensões metafísicas são possíveis sem que o coração seja tocado, porém não esta.
O desenvolvimento, a evolução vibratória, não irão para a frente, não terão sucesso entre aqueles cujo coração recusa essa lição que está sendo enviada.
Essa é uma escolha feita pelo indivíduo.
Os sofrimentos do passado não podem ser carregados enquanto vocês prosseguem nessa onda de evolução.
Eles funcionam como pequenos ímãs de energia, com o igual atraindo o igual.
Vocês costumavam compreender esse conceito pela palavra “karma”.
Nós queremos dissolver a atração de sofrimentos de maneira que a nova criação seja construída sobre o amor. A onda de energia que está criando o céu sobre a Terra não necessita magnetizar para si velhas feridas de magoar a si e aos outros.
E por isso ajudaremos a dissolver essas áreas de seu Eu coletivo.
Muito pranto haverá, e isso é bom.
Aqueles que não quiserem passar por essa experiência podem ir; por favor, deixem que vão embora com seu amor. Aqueles que permanecerem, estejam preparados para chorar.
Aqueles que estiverem envolvidos com a cura, esteja cônscios de que a energia quer mover-se para a área do coração.
Vocês podem ajudar trazendo a compaixão para o paciente, sabendo que ele se sente como se tivesse o chakra do coração aberto.
Muita água, por favor, para dar às lágrimas uma chance de flutuar para longe.
Remédios manufaturados na Terra serão especialmente potentes agora – remédios florais, remédios de ervas e acupuntura, porque eles estão integrados com o céu e a Terra.
O corpo está suplicando por ajuda hoje, pedindo ajuda para lidar com a onda de energia dirigida para o chakra do coração.
Curadores, curai a vocês mesmos primeiro, para que possam curar os outros.
Curadores, deem a ajuda a cada um de vocês, primeiramente.
Vocês são um conjunto de pessoas bastante instrumentalizadas para levar adiante a nova criação.
Seu papel é soberano.
Vocês curam com o coração, não com a cabeça.
Neste tempo, o foco está em clarear o coração, e isso requer a força do conhecimento.
Está tudo bem com vocês, e nós apoiamos o conhecimento, no coração daqueles que curam, da sua conexão com os propósitos divinos. 

Canalização Energias da Graça – através de Joan Norton – AmaLuz março de 1996
Postado por Sonia Ollé em O.U.S.E.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...