Pesquisar este blog

Traduzindo

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Um Pouco Sobre Eleições e Outras Reflexões


Por Angela Cunha

Queria falar sobre o exercício insano que é saber "perder" e saber "ganhar" com dignidade. Sobre o treinamento que é respeitar o direito do outro pensar diferente da gente e poder exercer isso com liberdade. Mas falo disso na prática, não nas frases feitas e apenas no mental.

Tenho feito das tripas coração para não mandar ninguém para as "terras geladas" ou para ralar os países baixos nas ostras do umbral. É um exercício constante de mim comigo mesma, assim como é o exercício de parar de fumar. É passo a passo, dia a dia. Se olhando, se observando, escolhendo dizer isso e não aquilo. Nossa, que grande aprendizado. Que grande oportunidade. Tenho sido vencedora nessa batalha.

Como sabemos que é e será, todo o lixo humano está exposto e cheira mal. E precisa ser assim, nesse momento de transição. Isso nos fará crescer e nos trará a cura emocional e o discernimento. Mas como é estranho estar aqui, sem anestesia,  e estar no processo...
E não me venham os "canalizadores" falar em  calma e transcendência, em ficar no seu centro, em olhar além, em sei lá mais o que.

Isso é correto mas é teoria.

Estamos aqui encarnados no olho do furacão, queridos. E vocês, seres de luz e sem corpo 3D, alguns de vocês nem sabem o que é essa experiência, digamos, "peculiar".

Portanto, me perdoo e me dou o direito de pirar interiormente algumas vezes e retomar à tona para respirar, curtindo toda a beleza da minha humanidade. Perdoo a todos pelos seus tiros a esmo, pelo seu sentimento de desamparo, por ver o futuro nebuloso pela frente.

Apenas convido a nós mesmos para, em meio ao furacão, saber no fundo do peito, que fizemos o nosso melhor, que não fomos mesquinhos em nossas escolhas e decisões. E convido também ao exercício da flexibilidade e de não se levar tão à sério, já que no momento seguinte algo pode mudar nossa opinião, antes tão ferrenha. E isso é vida! Isso é viver! Isso é experienciar a encarnação na Terra.

Eu não vejo o futuro nebuloso. Vejo nova energia fluindo e seres despertando, como nunca antes. Talvez com resultados bem sólidos um pouco mais a frente. Por enquanto ainda temos grudado nas solas dos pés o ranço antigo de eras, de séculos, de anos. o medo, a dor, a desesperança. Trabalhemos isso em nós primeiro. Cada um em si. Com direito a recaídas periódicas.

Nada adianta uma "canalização" dizer que somos amor, somos luz, saiam da dualidade! Mas quem está aqui com um corpo somos nós e não nos sentimos assim, pelo menos não o tempo todo. Não permito mais que minimizem meus sentimentos e emoções, mesmo que o texto venha psicografado por seja lá quem for. E nem que me deem tarefas e metas que ainda não posso alcançar mesmo com muito esforço. Não tenho como sair da dualidade ainda, estou mergulhada nela, talvez quando desencarnar e nem sei se isso será possível, mesmo assim. Repito: estou em treinamento.

Para mim adianta e muito uma mensagem dizer: força, está fazendo um bom trabalho, persista, seja um ser do seu tempo, ancore sua energia em suas  palavras, opiniões e ações. Seja o exemplo do que quer ver no mundo. Viva, saboreie a vida, o corpo, a alegria, o júbilo, a dança, a música, a confraternização. Seja uma oração em movimento. Seja humana sentindo seus pés na Terra Sagrada, reverenciando cada presente da Deusa, e tenha seu coração antenado à energia de sua família cósmica, ao Criador.

E principalmente: não faça a ninguém o que não gostaria que fizessem com você. Mais simples, impossível.

Angela Cunha é terapeuta, psicóloga, eleitora e ainda tem um corpo 3D e está em contato também com seu Eu Superior com frequência.
Ela tem um
Blog e uma página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...