Pesquisar este blog

Traduzindo

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Amor x Medo



Vocês têm uma escolha agora e a escolha é simplesmente esta – o amor ou o medo. 
E o medo é toda a negatividade, a carência, a idéia da falta.


Assim, enquanto vocês mudam este foco da falta para a abundância, então vocês estão realmente, realmente criando uma transformação, principalmente ao saberem que vocês têm o poder de mudar tudo isto. Porque vocês são o Deus e a Deusa participando do jogo chamado Vida: vocês podem jogá-lo da maneira que queiram. E, absolutamente, não há julgamento sobre como participam deste jogo. Nenhum julgamento.


Vocês chegam, participam deste jogo e quando estão cansados do jogo e quando armazenaram toda a sabedoria ou a falta de sabedoria que pretendiam, então vocês avançam! E vocês estão experienciando todas estas outras existências agora, porque fora deste continuum do tempo, não há tempo, de certa forma, ou não como vocês compreendam que seja. Assim, todas as vidas são simultâneas.


QuestionadorIsto faz doer a minha cabeça!


P’taah: Bem, felizmente, meus amados, vocês não precisam envolver a sua mente com todas estas coisas para reconhecer que isto existe.


QuestionadorEstá bem. Isto é verdade.


P’taah: Quando vocês puderem realmente reconhecer que o tempo não é nada, de certo modo, e que todas as coisas estão ocorrendo Agora – por isto estamos querendo dizer, todas as vidas passadas e todas as vidas futuras que estão ocorrendo agora, e que realmente os eus alternativos estão operando na terceira dimensão, nesta realidade, cada uma tão válida quanto vocês – então, certamente, vocês poderão ver como vocês são criativos e que podem realmente permitir que esta criatividade flua para criar qualquer coisa que desejarem para a sua vida. Isto faz sentido?


Questionador: (Muito emocionado). Sim. Você sabe, isto é de tirar o fôlego, realmente: um terráqueo tentar dar sentido aos eus alternativos, vidas simultâneas e então estar em contato com o fato de que somos totalmente criativos.


P’taah: (Muito suavemente). Nós sabemos, amado. Nós sabemos.


P’taah


Traduzido por: Regina Drumond 
reginamadrumond@yahoo.com.br   
Direitos Autorais
Jani King

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...