Pesquisar este blog

Traduzindo

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Sobre Calorão e a Cor Azul




Recebi uma "sugestão" num daqueles dias em que o calor me consumia. Recebo mensagens legais enquanto estou no chuveiro, rs.
(Será meu box um portal ?)

Mas a sugestão é a seguinte: a fase de pedintes acabou.
Não somos seres infelizes e manipulados por um deus que pune. Somos deuses criadores e a realidade que vivemos foi criada por nós, por todos nós que a compartilhamos em conjunto.

Os fenômenos do clima (todos, incluindo terremotos e inundações) são os sintomas físicos de Gaia na transição (inclusive o calorão). "Não somos culpados mas somos responsáveis", lembram?

Acabou o tempo de ajoelhar e pedir por socorro apenas e então, a reclamação não leva a lugar algum. Mas a ação, sim.

Sugeriram que usemos a cor azul (fria e calmante) para o coração do planeta. Seria como um "rivotril cósmico" para nossa querida Mãe Terra. E que façamos isso nos visualizando como "transformadores" dessa cor, ou seja, nosso corpo como canal. O Azul Calmante saindo pelos nossos pés para inundar o centro da Terra.

Atitudes assim nos trazem empoderamento e luz.

Meu amigo assina o nome Micah.
Que ele seja sempre bem vindo.

Obs: Pratiquei a sugestão. A sensação é de frescor e calma. Experimentem e me digam depois.

Angela Cunha

E tem mais.Segundo ele, falar " que calor horrível" a cada dois minutos com todo mundo que encontrar, foca essa realidade coletiva e a amplia. A sua atenção determina onde você está, lembra?
Sabemos a teoria. Falta apenas a prática.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...