Pesquisar este blog

Traduzindo

sábado, 25 de setembro de 2010

Corações e Mentes



Na superfície da Terra se tem dado muita ênfase às qualidades da mente. A energia pura do coração tem sido esquecida e substituída por uma ativa extensão do “Intelecto” para todas as coisas. A mente se tem convertido em uma força ativa em sua evolução, em lugar da estrutura passiva e do instrumento que em princípio se pretendeu. O propósito original da mente era ser uma faculdade em serviço ao coração e não o contrário.

Em sua evolução a maioria de vocês tem esquecido os impulsos de seu coração e tem perdido suas anteriores habilidades para reconhecer que o coração é a grande inteligência da alma. O coração sabe tudo, sempre oferecerá a melhor e superior orientação e sempre os dirigirá para seu bem superior. Durante muito tempo vocês permitiram que sua mente humana estivesse a serviço do ego em lugar do coração. A mente humana controlada pelo alterego, se tem feito demasiadamente desordenada com medos, juízos e conceitos errôneos e juntos dirigem toda sua programação interna.


É por isto que quando, há tempos, abandonaram a energia de seu coração para dar prioridade à mente, têm criado vida após vida, uma série de experiências dolorosas, pobreza e miséria. A mente humana não tem a sabedoria do coração e é incapaz de oferecer-lhes a sabedoria da Mente de Deus. É somente o coração quem tem esta chave mágica. Originalmente, a mente foi designada para ser um receptor de informação em serviço ao coração. Era o coração quem sabia exatamente o que fazer com essa informação.
Para começar nosso jogo, devemos eleger primeiro uma realidade exterior que nos agrade. A cada um de vocês pedimos que criem com os olhos de seu coração a imagem de um campo que esteja repleto de toda a criação da Terra lhes trazendo alegria. Pode-se incluir árvores e flores, montanhas e rios, pássaros e animais, espíritos da natureza, cristais, nuvens e outros humanos. Criem um campo povoado com tudo aquilo que vocês desejam compartilhar. Recordem que a freqüência do coração é uma de receptividade a todas as possibilidades, assim que, não as restrinjam.

Agora se coloquem onde se sintam mais acomodados neste campo e comecem a observar tudo o que está presente ao seu redor. No entanto, não observem com a mente, não cataloguem e comentem sobre o que vêem e ouvem ao seu redor através da mente. No lugar disso, escutem com o coração; escutem as vibrações e as freqüências dos corações que os rodeiam em todos os seres que compartilham o campo com vocês. Reconheçam o contato de outros corações quando chegam até vocês.


No princípio ouvirão/sentirão/conhecerão uma suave energia que os confortam e os apóiam. Os protegem e os envolvem com seu calor e tranqüilidade. Com bastante freqüência existe um murmúrio que acompanha esta energia que muitos de vocês ouvem com seus ouvidos físicos. Esta é a energia conjunta de todos.


Cortesia de Eduardo Ontiveros
Tradução de VerônicaD’amore.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...