Pesquisar este blog

Traduzindo

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Solte o Galho

Numa formação que fiz,  aprendi a importância de uma imagem que até hoje uso com as pessoas que atendo, quando julgo necessário.


Feche os olhos e visualize um rio turbulento com forte correnteza. Numa das margens desse rio, um galho e você segurando-se a ele fortemente. Aos seus pés as águas passam rapidamente e você se segura cada vez mais fortemente. O rio deságua mais abaixo num estrondo e segue seu curso.
Segurar-se ao galho causa medo e incômodo, além de dor.
Mas soltar-se é o desconhecido e isso causa terror.
O que acontecerá se você se soltar e cair na água?

O rio representa a vida. O galho, nossos problemas e o modo conhecido como lidamos com eles. Nos seguramos fortemente à nossa dor e incômodos com medo de que, não o fazendo, possa ser muito pior. 

O grande desafio é soltar-se.
A correnteza pode nos levar à nossa liberdade, finalmente, se pudermos acolher o novo com coragem.
O que encaramos com medo, pode nos trazer gratas surpresas, se pudermos ousar.
O "deixar ir" pode ser aplicado a tudo que quisermos.


Visualize-se soltando o galho e boiando tranquilamente na correnteza. Veja onde essa imagem o levará. Você pode ter doces surpresas.

Repita a visualização sempre que algum aspecto de sua vida lembrar você dessa imagem e veja-se soltando o galho.

Boa vivência.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...